Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

06
Set12

Na semana da pátria a justa homenagem a um grande Brasileiro, honrado, integro que se preparou, um vencedor

olinguarudo

Um grande homem

Ministro Joaquim Barbosa conclui relatório sobre mensalão
Ministro do STF Joaquim Barbosa - Foto Ailton de Freitas / O Globo

Na semana da pátria em que cultuamos a "independência" e os grandes vultos históricos no país, temos que prestar uma homenagem em vida, a um grande vulto, vivo, histórico no Brasil, que criou um divisor de águas, desmistificou e cria um novo conceito sobre a Suprema Corte Nacional, desacreditada pela soxiedade brasileira, já apelidada de incineradora de processos contra parlamentares e políticos, em toda sua trajetória jamais condenou um e é famosa por conceder habeas corpus aos piores facínoras, crápulas e pústulas do país.

 

Diferente da maioria da escória desse país que não gosta de trabalhar, nem estudar, nem se preparar para a vida, mas querem ser presidente da república, maus exemplos para a sociedade e os jovens que tem tendência a se espelhar nesses vermes, excrementos, lixo humanos, oportunistas e aventureiros, elevados a categoria de celebridade por seus iguais, que formam maioria no país  e vivem a vida na vagabundagem, alguns em favelas, porque lá não se pagar para morar, nem luz, nem água, nada além de ser a escola, faculdade do crime que é o que eles mais gostam e para onde levam seus filhos para serem criados, irresponsavelmente, imiscuídos com toda sorte de crime e criminosos.

 

Uma característica deles é que todos querem viver no bem bom, morar nos bairros mais nobres das cidades, de preferência na Rocinha, no Bairro de São Conrado, num dos bairros mais nobres, praticando crimes, desmatando, construindo em áreas de risco, encostas e se possível vivendo às custas dos outros ou praticando estelionato, aplicando golpes, expedientes, embora com tudo à sua volta para progredir, prosperar, estudar e ter uma trajetória digna e brilhante como a do Exmo. ministro Joaquim Barbosa que foi faxineiro, mas tinha um objetivo digno de sua vida e estudou e  se preparou para isso.

 

Batman é para os fracos meu super herói é Joaquim Barbosa

 

EXMO. MINISTRO JOAQUIM BARBOSA ... um brasileiro

"O ex faxineiro que limpava banheiros no TRE do DF.
Um currículo para dar inveja a quem só estudou direito e foi empurrado para o STF

"Joaquim Barbosa nasceu em Paracatu, noroeste de Minas Gerais. É o primogênito de oito filhos. Pai pedreiro e mãe dona de casa, passou a ser arrimo de família quando estes se separaram. Aos 16 anos foi sozinho para Brasília, arranjou emprego na gráfica do Correio Braziliense e terminou o segundo grau, sempre estudando em colégio público. Obteve seu bacharelado em Direito na Universidade de Brasília, onde, em seguida, obteve seu mestrado em Direito do Estado.

Foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores (1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em HelsinkiFinlândia e, após, foi advogado do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) (1979-84).

Prestou concurso público para procurador da República, e foi aprovado. Licenciou-se do cargo e foi estudar na França, por quatro anos, tendo obtido seu mestrado e doutorado ambos em Direito Público, pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas) em 1990 e 1993. Retornou ao cargo de procurador no Rio de Janeiro e professor concursado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi visiting scholar no Human Rights Institute da faculdade de direito da Universidade Columbia em Nova York (1999 a 2000) e na Universidade da Califórnia Los Angeles School of Law (2002 a 2003). Fez estudos complementares de idiomas estrangeiros no Brasil, na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Áustria e na Alemanha. É fluente em francês, inglês, alemão e espanhol. Toca piano e violino desde os 16 anos de idade".

Fonte: Wikipedia.org

 
"Filho de uma dona-de-casa e de um pedreiro. Dividia o tempo entre os bancos escolares e a faxina no TRE-DF. Apaixonado por línguas. Um dia, o mineiro, na certeza da solidão, cantava uma canção em inglês enquanto limpava o banheiro do TRE. Naquele momento, um diretor do tribunal entrou e ficou surpreendido ao ver uma pessoa da faxina ter fluência em outro idioma. A estranheza se transformou em admiração e, na prática, abriu caminho para outras funções.
 
É fluente em francês, inglês, alemão e espanhol, tendo inclusive morado em outros países. Formou-se em Direito pela UNB.
Foi membro do Ministério Público Federal de 1984 a 2003, com atuação em Brasília (1984-1993) e no Rio de Janeiro (1993-2003); foi Chefe da Consultoria Jurídica do Ministério da Saúde (1985-88); foi Advogado do Serviço Federal de Processamento de DadosSERPRO (1979-84); foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores (1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em Helsinki, Finlândia; foi compositor gráfico do Centro Gráfico do Senado Federal.
 
Paralelamente ao exercício de cargos no serviço público, manteve estreitas ligações com o mundo acadêmico. É Doutor e Mestre em Direito Público pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas), onde cumpriu extenso programa de doutoramento de 1988 a 1992, o qual resultou na obtenção de três diplomas de pósgraduação. Cumpriu também o programa de Mestrado em Direito e Estado da Universidade de Brasília (1980-82), que lhe valeu o diploma de Especialista em Direito e Estado por essa Universidade.
 
É Professor licenciado da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ensinou as disciplinas de Direito Constitucional e Direito Administrativo. Foi Visiting Scholar (1999-2000) no Human Rights Institute da Columbia University School of Law, New York, e na University of California Los, Angeles School of Law (2002-2003).
 
É assíduo conferencista, tanto no Brasil quanto quanto no exterior. Foi bolsista do CNPq (1988-92), da Ford Foundation (1999-2000) e da Fundação Fullbright (2002-2003).
 
Estudou música e toca piano e violino desde os 16 anos de idade. Nunca precisou de cotas e JAMAIS SERÁ LEMBRADO POR DESONRA!
 
Este sim, um BRASILEIRO, que ORGULHA os BRASILEIROS, que é exemplo, ao qual merece nossas reverências e que o aplaudo de pé!
Diferente de outros VENDIDOS que estão no STJ CONTRA A NAÇÃO E O POVO".
 
Colaboração amiga - Cacilda Lira

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D