Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

14
Dez12

Viaduto da Abolição refaz ligação entre os dois lados do bairro

olinguarudo

Depois de 15 anos, rua da Abolição volta a ter uma ligação direta com a construção do viaduto sobre a Linha Amarela


 

Há mais de 15 anos a população da Abolição, na Zona Norte, perdeu a ligação direta entre os dois lados do bairro. O motivo foi a construção da Linha Amarela, uma das principais ligações entre a Barra da Tijuca, na Zona Oeste, e o Centro do Rio. Com isso, a comunicação entre os dois lados da rua da Abolição e, consequentemente, com a Avenida Dom Hélder Câmara (antiga Suburbana), foi cortada. Esta situação está prestes a mudar com a inauguração do Viaduto Jornalista Armando Nogueira.

 

Com 540 metros de extensão e oito de largura, o grande desafio para a construção do viaduto foi manter o trânsito na Linha Amarela funcionando. Isso foi possível com a utilização de uma técnica especial denominada balanço sucessivo, que permitiu que a estrutura fosse levantada dos dois lados da via expressa, simultaneamente, através de um sistema de encaixe, sem a utilização de pilares, até que se encontrassem, formando o viaduto.

 

 

Obra prevista no caderno de encargos dos Jogos Olímpicos de 2016, o viaduto Jornalista Armando Nogueira vai melhorar o escoamento da saída do estádio Olímpico João Havelange, mais conhecido como Engenhão, em dias de jogos, além de revitalizar o bairro. Desde que a Linha Amarela foi construída, o comércio local perdeu força e muitos estabelecimentos tiveram que fechar suas portas.

 

- O viaduto é mais uma obra que vai estimular o surgimento de novos estabelecimentos comerciais. Ele vai se juntar ao próprio Engenhão, que trouxe à reboque a construção de novos imóveis, a abertura de lojas, bares e restaurantes, revitalizando a região. Isso, por si só, já é um legado importantíssimo – afirma Eduardo Fagundes, engenheiro chefe da Secretaria Municipal de Obras.

 

Além da valorização local, a economia no tempo de deslocamento vai beneficiar motoristas. Quem sai do Engenhão após um jogo leva cerca de 30 minutos, atualmente, para acessar a Linha Amarela.

 

O percurso é feito pela Avenida Suburbana ou através de ruas estreitas e tomadas por sinais de trânsito, o que aumenta a lentidão do tráfego de veículos. Com a inauguração do viaduto, que possui duas pistas de rolamento, esse tempo será reduzido para apenas 5 minutos.

 

Fonte: CidadeOlimpica.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub