Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

Quinto dia do Rock in Rio

Atualizado em 02/10/2011 10h28
Tirolesa é a sensação para quem tem coragem de voar por cima da cidade do Rock 
Veja imagens da tirolesa na Cidade do Rock (Alexandre Durão / G1) ATRAÇÃO
Tudo sobre o Rock in Rio

 

 

 

Assista ao vivo a movimentação na Cidade do Rock

Lenny Kravitz, Shakira, Ivete Sangalo, Jota Quest e Marcelo D2 vão cantar esta noite.

 Quinto dia de shows vai ser de sol na Cidade do Rock

Nessa sexta-feira (30), a temperatura deve chegar aos 35º C. O céu vai ficar sem nuvens. A chuva só deve aparecer no domingo à noite (2).

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

Veja os Vídeos a baixo

 

 Artistas fazem pedidos especiais para camarins do Rock in Rio

Ao todo, quase 170 atrações vão passar por essa edição do Rock in Rio. Os camarins são personalizados. Mas para se preparar e aguardar o momento exato do show, essas estrelas fazem muitos pedidos especiais e até exóticos.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

 Espectadores aguardam a abertura dos portões da Cidade do Rock

Os espectadores começam a chegar a Cidade do Rock para participar do quinto dia de shows no Rock in Rio. Os portões só serão abertos às 14h. Há uma revista na entrada. São proibidos objetos pontiagudos e cortantes.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

 Cidade do Rock está pronta para mais uma noite de shows

A Cidade do Rock é tão grande que o transporte entre um palco e outro pode ser realizado em um carrinho elétrico. O gramado está limpo para receber cem mil fãs de música na noite desta sexta (30).

RJTV 1ª Edição 30/09/2011


 

 Confira as atrações do palco Mundo do Rock in Rio nesta sexta (30)

Entre os artistas que vão se apresentar no palco principal do festival estão Marcelo D2, Jota Quest, Ivete Sangalo, Lenny Kravitz e Shakira. A noite deve ser bem dançante.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

 Stevie Wonder homenageia a música brasileira e emociona a plateia

A noite de quinta (29), começou com um tributo em homenagem ao Legião Urbana, seguido por apresentações de Janelle Monáe, Ke$ha, Jamiroquai e Stevie Wonder, que homenageou a música brasileira.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

 Shakira fala da expectativa para o show

A cantora colombiana é a principal atração do Palco Mundo, nessa quinta noite de festival.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

 

 Cidade do Rock ganha mais um posto de achados e perdidos

Parte do público que tem ido ao Rock in Rio está voltando para casa sem documentos. Muita coisa já está conseguindo retirar seus objetos perdidos nos Correios, na Presidente Vargas. Já são mais de 1400.

RJTV 1ª Edição 30/09/2011

Postado por olinguarudo às 13:39
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos

Embratur faz vídeos em 360º de cidades-sede da Copa

Portal será lançado oficialmente na Bélgica no dia 4 de outubro.
Há vídeos disponíveis de Rio, Cuiabá, Curitiba, Manaus e Salvador.

Embratur faz vídeos em 360º de cidades-sede da Copa; assista

  

Click aqui ou na imagem e veja o video: www.braziltour360.com

 

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), autarquia ligada ao Ministério do Turismo, faz no próximo dia 4, durante o festival Europalia, na Bélgica, o lançamento internacional de um site com o objetivo de divulgar as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

O instrumento usado no site pela Embratur são vídeos 360º, nos quais o internauta pode interagir e obter visualização panorâmica da imagem apresentada. O site já está disponível no endereço. Veja a material completa

 

Fonte: G1.Globo.com 

 

 

 

Postado por olinguarudo às 12:56
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

Rock in Rio 2011 - Recomeça a maratona de Shows

 Atualizado em 29/09/2011 12h29
Cidade do Rock tem mais lixeiras  (Alexandre Durão/G1) 4º DIA DO FESTIVAL
Cidade do Rock tem mais lixeira

 

Banda tocou por mais de 2h e regeu
coro de fãs na Cidade do Rock.

G1 faz balanço da 3ª noite (Alexanre Durão, Flávio Moraes e Reprodução/G1) A MUSA, A FOTO...

Sexta-Feira 23 de Setembro de 2011 - Portões abertos as 14h00

Rock in Rio começa hoje: Melhor ir de ônibus especiais ou helicóptero 

G1 faz balanço do 1º dia de shows do Rock in Rio; veja vídeos (Flavio Moraes/G1)

  

A MUSA, A FOTO, O FIGURINO...

 

 

 

 Ao Vivo - Rock in Rio 2011

Rock in Rio 2011

  

Click na Imagem acima ou no link e acesse o site do Rock in Rio do G1

Rock in Rio - Vídeos 

Videos shows Rock in Rio 2011

 

Click na Imagem acima ou no link e acesse o site de Vídeos dos Rock in Rio

 

Postado por olinguarudo às 13:14
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

Porto Olímpico será referência em habitação de qualidade

Vencedor do projeto de revitalização para a área da Leopoldina, arquiteto carioca João Pedro Backheuser explica que prédios residenciais serão construídos em função dos espaços públicos de convivência, e não o contrário 

Um desafio sobressai aos demais no processo de elaboração, planejamento e construção do Porto Olímpico – área que receberá as vilas de Mídia e de Árbitros durante as Olimpíadas de 2016: transformar uma região inóspita, com poucos recursos de infraestrutura urbana, em espaço de atraente de moradia.

 

Parte da cidade que ainda sofre com o êxodo de empresas ocorrido nas últimas décadas e que nunca atraiu interesse imobiliário maciço, o entorno da Estação Leopoldina e da Rodoviária Novo Rio deixará, nos próximos anos, de ser um local de passagem para quem chega ao Centro do Rio.

 

– A ideia é transformar essa área numa nova unidade de vizinhança, num bairro quase autônomo, com apartamentos, hotéis três estrelas, salas comerciais, bastante comércio. Tudo surgindo a partir de seus espaços públicos – diz o arquiteto João Pedro Backheuser, autor do projeto vencedor do Concurso Porto Olímpico, que determina a construção de equipamentos olímpicos na Zona Portuária da cidade.

 

 

Arquiteto carioca venceu o concurso em parceria com escritório de Barcelona, que sediou os Jogos de 1992

Backheuser explica que a maior dificuldade é a grandiosidade do espaço a ser urbanizado – a área tem 5 milhões de m², com potencial construtivo de 6 milhões de m² –, que ainda não dispõe de estrutura necessária para dar suporte residencial aos prédios, seguindo os planos do legado olímpico.

 

– Hoje, a gente olha e não tem nada. Então temos que pensar num projeto futuro. É diferente de projetar um edifício num bairro que já está lá, que já existe – esclarece o arquiteto, lembrando que a infraestrutura e a chegada de empresas será alavancada com o projeto Porto Maravilha, no qual o Porto Olímpico está inserido.

 

O projeto, feito em parceria com o escritório do espanhol Alonso Balaguer, de Barcelona, inclui um hotel cinco estrelas, setor comercial, área residencial – com prédios de três, 10 e 20 andares – e jardins. O hotel, integrado ao Centro de Convenções, terá 45 andares e 500 quartos em padrão de luxo.

 

Durante as Olimpíadas, um complexo de prédios vai abrigar os centros de Mídia, Principal de Operações, Operacional de Tecnologia, de Distribuição de Uniformes, Principal de Distribuição e Principal de Credenciamento.

 

O perímetro de intervenções será dividido em dois grandes terrenos, chamados de Leste e Oeste, separados pela Avenida Francisco Bicalho. No lado Leste está o antigo terreno da Rede Ferroviária na Praia Formosa, com 100 mil m²; no lado Oeste estão os terrenos da Cedae e da Usina de Asfalto da Prefeitura, que ocupam uma área de 45 mil m². Isso inclui 17 quarteirões, sobre os quais serão construídos 11 mil quartos, que devem se transformar em aproximadamente cinco mil apartamentos após os Jogos.

 

– Nosso projeto reforça a valorização do espaço público, da cidade como um espaço de encontro, onde as pessoas circulam, podem fazer compras, encontrar os amigos, sair para trabalhar. As praças são todas interligadas com os edifícios. Nós desenhamos as ruas, as praças e, a partir disso, surgem os edifícios, ao invés de eu fazer os edifícios e o que sobrar ser o espaço público – reforça Backheuser, para quem o critério de qualidade de vida será responsável por levar uma parcela da população para a Região Portuária.

 

Fonte: Cidade Olímpica

Postado por olinguarudo às 12:44
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos

Um novo modelo de transporte

Primeira estação dos ônibus BRT é aberta para visitas da população na Barra da Tijuca. Serão 64 delas só na Transoeste, todas equipadas com acessibilidade e sistema inovador de climatização
 
 

A primeira estação do BRT (Bus Rapid Transit) do Rio foi apresentada à população. A estrutura instalada na Barra da Tijuca integra o traçado da Transoeste – corredor entre Santa Cruz, Campo Grande e a região do Jardim Oceânico – e vai servir de modelo para os cariocas conferirem e os engenheiros avaliarem o funcionamento do futuro transporte.

Localizada em frente ao condomínio Novo Leblon, a estação BRT vai servir também de vitrine, permitindo à população se ambientar à nova realidade do sistema de ônibus na cidade. Uma segunda estrutura igual está em fase de conclusão no trevo entre a Avenida das Américas e a Estrada do Magarça, em Guaratiba.

 

– A imagem de marca do BRT para o Rio de Janeiro vai ser essa estação, assim como foi no BRT de Curitiba, com aquela estrutura tubular. A gente desenvolveu o projeto de arquitetura em um escritório aqui do Rio, criando uma estrutura bonita e de qualidade – ressalta Alexandre Risso, engenheiro de vias especiais da Secretaria Municipal de Obras.

Produzida toda em chapas de aço, a estação BRT Novo Leblon tem 250 m² de área interna e uma arquitetura que permitiu a criação de um ambiente iluminado e fresco – mesmo trabalhando em sua capacidade máxima, de 5 mil passageiros por hora –, sem a utilização de equipamentos que gerariam consumo de energia.

 

– Foi uma preocupação do escritório de arquitetura fazer telhados duplos com material isolante no meio e paredes laterais ventiladas, com chapas de aço perfuradas. Isso é um diferencial muito grande dessas estações, porque vai gerar uma sensação térmica muito agradável, sem a necessidade do uso de ar-condicionado – explica o engenheiro.

Todas as estações BRT seguirão o mesmo padrão da Novo Leblon, mas poderão variar de extensão, de acordo com a característica do local – escolhido para receber o serviço de ônibus expresso ou parador – ou a demanda por transporte na região. As do Barrashopping e do Cesarão, em Santa Cruz, por exemplo, terão capacidade para até 15 mil passageiros por hora.

  

Um novo modelo de transporte

   

Operários dão os últimos retoques na estação, que fica em frente ao condomínio Novo Leblon

O tempo de espera também será padronizado – entre um minuto e um minuto e meio –, permitindo ao passageiro se programar para a chegada do próximo ônibus. As informações serão fornecidas por painéis de LCD instalados no interior das estações, que também vão alertar sobre o funcionamento do sistema.

 

Além do conforto, as estações BRT darão total acessibilidade a portadores de necessidades especiais, idosos ou mesmo mulheres com carrinhos de bebê. A colocação das plataformas no mesmo nível do piso dos ônibus, a 95 cm do solo, vai permitir que isso aconteça sem o uso de mecanismos de elevação, como os utilizados atualmente na frota comum.

– Nós nos preocupamos também com o entorno das estações. Todas as estruturas vão ter ao seu redor tratamento paisagístico e de acessibilidade de entrada e saída, para que a população tenha qualidade de transporte. A ideia é que pessoas cheguem ao ônibus como chegam hoje ao metrô – exemplifica Alexandre Risso.

 

Previsto para ficar pronto no primeiro semestre de 2012, o corredor Transoeste terá 64 estações BRT, algumas delas integradas a outros meios de transporte, como trens e metrô. A previsão é que o sistema beneficie 220 mil pessoas por dia, reduzindo o tempo entre os bairros da Zona Oeste – Santa Cruz, Campo Grande e Barra da Tijuca – pela metade.

 

Fonte: Cidade Olímpica

Postado por olinguarudo às 12:37
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

Rock in Rio começa hoje: Melhor ir de ônibus especiais ou helicóptero

Atualizado em 24/09/2011 12h29 

 

Vai começar o Primeiro dia em 23/09/2011 - Portões serão abertos às 14h00
 
Programação pop marca abertura do Rock in Rio; veja os destaques (Arte G1)

1ª NOITE DO FESTIVAL

 

G1 mostra Cidade do Rock das alturas

O repórter Glauco Araújo fez um passeio de tirolesa e mostrou a Cidade do Rock das alturas.
G1 23/09/2011
 
O G1 experimentou a tirolesa instalada na Cidade do...vai poder desfrutar, com os próprios olhos, o cenário...radical se divertindo com o brinquedo free fall, que...eletrizante é a montanha russa com looping. Quem ainda tiver...do ponto de partida da tirolesa na Cidade do Rock (Foto...
G1 23/09/2011
 
Na frente da Cidade do Rock, muita gente aguarda a abertura dos portões, que será às 14h. Não será permitida a entrada de pessoas com capacetes, guarda-chuva e nenhum objeto cortante. As pessoas vão passar por uma revista.
RJTV 1ª Edição | Última atualização: uma hora e 3 minutos atrás
 
A banda da cantora Rihanna passa o som na Cidade do Rock. O palco é feito por placas metálicas e 25 metros de altura. Apenas 2,5 metros separam os fãs dos artistas. Os espectadores já estão ansiosos para as apresentações.
RJTV 1ª Edição
 
Pelos próximos dez dias, o Rio de Janeiro vai se tornar uma imensa cidade do rock, do pop, hip hop, do blues e outros estilos musicais. Os amantes da música já enchem a cidade de um clima de festa.
Bom Dia Rio 23/09/2011

Quem não vai ao festival, mas precisa circular pela região da Barra e Jacarepaguá deve ficar atento. A CET-Rio montou alguns bloqueios para evitar tumulto. Veja como vai ser o esquema de trânsito durante o evento.
Bom Dia Rio 23/09/2011
 
Os portões serão abertos às 14h desta sexta-feira (23). O sistema de transporte terá esquema especial para evitar o risco de engarrafamento.
Bom Dia Brasil 23/09/2011
 
A noite dessa quinta (22) foi de muito trabalho na Cidade do Rock. Cerca de 600 pessoas trabalhavam para fazer os últimos ajustes. A Orquestra Sinfônica Brasileira ensaiou com feras do rock nacional: Paralamas do Sucesso, Titãs e Milton Nascimento.
Bom Dia Rio 23/09/2011
 
Na Zona Oeste, região da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, a prefeitura vai usar mais de 30 câmeras para monitorar o trânsito na cidade. Painéis eletrônicos serão usados para orientar os motoristas.
Bom Dia Rio 23/09/2011
 
O Rio está em ritmo de rock. Começa nessa sexta-feira (23) o evento mais esperado do ano. Os portões da Cidade doRock serão abertos às 14h. A expectativa de público é de 100 mil pessoas por dia.
Bom Dia Rio 23/09/2011
 
No Rio de Janeiro, a música começa a rolar no Rock in Rio nesta sexta-feira (23) a partir das 14h30 na Rock Street. Músicos fazem a passagem de som no palco Mundo, na véspera da abertura do festival, que vai durar sete dias.
Globo News em Pauta 22/09/2011
 
Nos pontos de venda do cartão para o ônibus especial, a procura foi grande nos últimos dias, com filas e horas de espera. O público também pode ir em ônibus convencionais, mas o desembarque será feito a um 1,5 quilômetro da Cidade doRock.
Jornal Nacional 22/09/2011
 

 

Saiba como assistir aos shows 
do Rock in Rio na internet e na TV

 

Cidade do Rock passa por últimos preparativos para início do festival (Thamine Leta/G1)

AJUSTES FINAIS

 
 Últimos preparativos são realizados na véspera do Rock in Rio
Muitas pessoas estão trabalhando nos últimos detalhes para o evento. Músicos fazem testes de som, em um ensaio do show de abertura. Os produtores têm a ajuda de uma bicicleta.
RJTV 2ª Edição 22/09/2011
 
 Novas filas voltam a se formar para compra de Riocard para Rock in Rio
A maioria das pessoas queria as passagens de R$ 2,50, de ônibus comuns. A expectativa é de que 70 mil pessoas usem as linhas regulares, nos dias do evento. Quase mil ônibus serão usados para atender o público.
RJTV 2ª Edição 22/09/2011
 
 Músicos fazem testes de som no Rock in Rio
No palco Mundo, cinco apresentações ocorrerão por noite. Os ingressos para o evento estão esgotados e a organização não se responsabiliza por bilhetes comprados em lugares não-autorizados.
RJTV 2ª Edição 22/09/2011
 
 Rio recebe os fãs do rock
A cidade começa a abrigar os amantes da música e fãs das estrelas do rock. Na porta dos hotéis, eles criam um clima de festa para verem os ídolos. Na falta de muitos artistas, os visitantes tiram fotos.
RJTV 2ª Edição 22/09/2011
 
 Cidade do Rock já está quase pronta
A véspera do Rock in Rio é dia de muito trabalho na Cidade do Rock. Nessa quinta-feira (22), muitos artistas vão conhecer o local para se preparar para os shows.
RJTV 1ª Edição 22/09/2011

Rock in Rio vai contar com segurança reforçada

  Rock in Rio vai contar com segurança reforçada

Faltando três dias para o Rock in Rio, a ordem dos shows de Elton John e Rihanna foi trocada. Câmeras e outros equipamentos vão garantir a segurança dos espectadores das apresentações.

RJTV 1ª Edição 20/09/2011 

Cidade do Rock tem o formato de uma guitarra

 Cidade do Rock tem o formato de uma guitarra

Vista de cima, a Cidade do Rock já ganhou o formato do ritmo: uma imensa guitarra, com quatro espaços para shows. Mas ainda há gente trabalhando no local. O palco Mundo é o maior do evento. Os camarins estão sendo arrumados.

RJTV 2ª Edição 19/09/2011 

 

Conheça os ônibus especiais que vai deixar os espectadores perto da Cidade do Rock

 Conheça os ônibus especiais que vai deixar os espectadores perto da Cidade do Rock

O transporte público será a melhor opção para os espectadores que vão à Cidade do Rock assistir aos shows de estrelas brasileiras e estrangeiras. Confira os veículos que levarão os fãs de música.

RJTV 1ª Edição

 

 Bilhete Rio Card especial para o Rock in Rio rende reclamações

Faltando dois dias para os shows, muitos passageiros que compraram o bilhete especial do Rock in Rio ainda não conseguiram receber os cartões. No posto de reclamações da Barra, eles encontram muitas filas.

RJTV 1ª Edição 21/09/2011

 

 Tempo deve ficar chuvoso nos três primeiros dias de Rock in Rio

Na sexta-feira (23), o tempo deve ficar instável, com possíveis pancadas de chuva. No sábado (24), a previsão é de pancadas de chuva mais fortes. O tempo também deve ficar chuvoso no domingo (25).

RJTV 1ª Edição 21/09/2011

 

 Transporte público é a melhor opção para chegar à Cidade do Rock

Nos dias do evento, o funcionamento das linhas de ônibus regulares que circulam na região Cidade do Rock sofrerá algumas mudanças. Quatorze linhas passam pelo local, 11 delas terão desvio na rota por causa de interdições.

Bom Dia Rio 15/09/2011

 

Saiba onde ficam os palcos e acessos.

 

 

Saiba como chegar ao Rock in Rio (Arte/G1)     900 ÔNIBUS DISPONÍVEIS
Saiba como chegar ao Rock in Rio

 

  Agenda de shows traz revival do grunge ao Brasil nos próximos meses

...Stone Temple Pilots, Alice in Chains, Chris Cornell e...oral history of Seattle rock music” (sem tradução...como Soundgarden, Alice in Chains e o Stone Temple Pilotsx...mais tempo uma banda de rock fica junta, mais inevitável...telefone: 4003-5588 Rio de Janeiro Quando: 6 de...

G1 | Última atualização: 6 horas e 40 minutos atrás

 

 Bandas se preparam para o Rock in Rio

Saiba como chegar até a Cidade do Rock e voltar para casa após os shows. O Capital Inicial já ensaia para o evento. A banda Evanescence deve apresentar uma música nova no evento.

RJTV 1ª Edição

 


 Mocidade vai levar a história do Rock in Rio para a avenida em 2013

Faltam oito dias para o início do Rock in Rio. A Mocidade, uma das mais tradicionais escolas de samba carioca, anunciou que vai contar a história do festival no carnaval de 2013. O anúncio foi na Cidade do Rock.

Bom Dia Rio 15/092011

 

Postado por olinguarudo às 12:12
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

Prefeitura mostra a 1ª estação do corredor expresso na Barra da Tijuca

Atualizado em 20/09/2011 12h57 

 

Estação Novo Leblon fica em frente ao condomínio que leva o mesmo nome. 

BRT ficará pronto no segundo semestre de 2012, segundo a prefeitura do Rio.

 

Prefeitura mostra a 1ª estação do corredor expresso na Barra  (Thamine Leta/G1)

Estação Novo Leblon fica em frente ao condomínio com o mesmo nome - Foto: Thamine Leta/G1.globo.com

PRONTO EM 2012

Prefeitura mostra a 1ª estação do corredor expresso na Barra

  

Ônibus articulado é testado nas ruas da cidade

 Ônibus articulado é testado nas ruas da cidade

A primeira estação do BRT vai da Barra à Campo Grande, na Zona Oeste. Ao todo, serão 39 estações na cidade.

RJTV 1ª Edição 20/09/2011

Postado por olinguarudo às 12:49
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 14 de Setembro de 2011

Baixada Fluminense, o Rio que não querem mostrar: Retrato da maior favela do mundo

Atualizado em 18/10/2011 12h51

Morador de Queimados planta pé de mamão em buraco em protesto contra demora em obra

 

Baixada Fluminense

A Baixada Fluminense, que eu reputo, essa sim a maior favela do Brasil e quem sabe do mundo, é composta de nove municípios, a grande maioria de seus políticos não resistem a 30 mins de investigação séria. São envolvidos desde corrupção e até grupo de extermínio. Os que estão lá governando e com mandato e alguns que já morreram. A maioria também semi alfabetizados, imigrantes que, que vieram dos rincões longínquos do país, tentar a sorte no Rio e logo descobriram que o melhor caminho para o sucesso seria, primeiro ser mentiroso, estelionatário e dissimulado, depois se engajar numa associação de moradores, paróquia, ou outra qualquer que reúna bastante pessoas e procurar realizar um ‘trabalho social’ dentro dela, se passando por bonzinho para a comunidade, reivindicando melhorias junto aos políticos, tudo com segundas intenções e ai estava pronto um político, para depois pleitear um mandato de vereador prefeito ou deputado. Assim se produz um político no país e na Baixada Fluminense não é diferente.

 

A diferença da Baixada Fluminense para as demais favelas do Rio, é que na Baixada as Ruas são mais largas, e os bandidos não obrigam a construir no meio da rua para não ter ruas muito compridas facilitando o trabalho da polícia.

Na Baixada em tempo de seca estiagem, sem chuva os moradores sofrem com a poeira que os veículos levantam ao transitarem, causando doenças, como asma, bronquite e outras do sistema respiratório, além de se acumular no interior das casas, como móveis, piso e paredes, quando chove eles tem lama.

 

De suas casas os moradores pegam um ônibus até a estação de trem, e de lá um trem até o centro do Rio pra trabalhar, gastam 04h no mínimo por dia pra ir e voltar para o trabalho no centro e bairros do Rio.

 

Outra diferença das favelas do Rio e da Baixada Fluminense é que na Baixada, em sua grande maioria, moram pessoas humildes, realmnete pobres, que compraram um terreno num loteamento regular e legalizado, sem nenhuma infraestrutura, construíram suas casas para criar seus filhos e manter suas famílias longe do crime e dos criminosos, que é o que fornece a sociedade, em abundancia, os chiqueiros de porcos, todo tipo de criminosos que são as favelas do Rio, mas merecem os políticos que tem porque não chegam lá sem sem voto.

 

A Baixada Fluminense é uma região de aspecto horrível, abandonada pelos governantes que ao invés de investirem na área em saneamento, e melhorias para a população local, investem em melhorias para os favelados do Rio que dá mais voto. Ao povo pobre e ordeiro, da Baixada resta esgoto a céu aberto, lama e poeira, morar a mais de uma hora, no mínimo de um centro de cidade descente, para ter acesso a algum serviço ou entretenimento, a condução é ônibus e trem.

Moradores enfrentam ruas com lama no bairro Santa Rosa, em Queimados

 Moradores enfrentam ruas com lama no bairro Santa Rosa, em Queimados

Em Queimados, no bairro Santa Rosa, os moradores enfrentam dois sérios problemas. A chuva deixa as ruas com lama e uma ponte não tem corrimão.

RJTV 1ª Edição 18/10/2011

 

Os loteamentos da Baixada são ‘regulares’ e legalizados, não são invasões como as favelas do Rio, os terrenos são comprados de loteamentos de empresas que loteiam sem nenhum infra estrutura para a população pobre, mas ordeira, lá não mora os chefes de famílias de caráter, que não quiseram criar sua família imiscuída na escola do crime que são os chiqueiros das favelas do Rio nem fabricar mais bandidos e prostitutas para a cidade, que é o que mais as favelas produzem, as famílias e a maioria dos bandidos são das favelas.

 

Favelas do Rio

Enquanto isso nas favelas do Rio, chiqueiros, objetos de invasão de áereas, desmatamento de florestas, ocupação de encostas, áreas de riscos, para onde convergem e convivem a maior produção de bandidos e prostitutas, onde se abriga espertalhões, invasores, falsos excluídos, 'coitadinhos', e seus filhos, maior produção de bandidos e prostituas, que vieram de algum esgoto longínquo, irresponsavelmente cheios de filhos, invadiram áreas, encostas e dizimaram parte da Floresta da Tijuca e zonas nobres da cidade para construir favelas, morar em frente à praia de Copacabana, no Alemão, Rocinha, Pavão pavãozinho, Complexo da Maré, Acari e outras, com a omissão, conivência e cumplicidade da classe de canalhas, ladrões e parasitas da sociedade que são os políticos brasileiros, responsáveis pela constituição dos locais de verdadeiras fábricas, produção, cultivo de bandidos e prostitutas irresponsáveis, sem estrutura sem condição de criar e educar um cachorro, mas que a maioria tem 5/8 filhos, abandonados a própria sorte, sem valorizar estudos, essa escória excremento humano chega a presidência da república mas analfabeto envergonhando quem tem vergonha e não acha nada ‘bonitinho’ o estilo deles.

 

Os governos Federal, Estadual e Municipal, resolveram “investir” por atacado nas favelas dor Rio, depois que uma luz acendeu e eles perceberam que o Complexo do Alemão tem 400 mil moradores, ou votos, o complexo da Maré, idem, a Rocinha, Acarí e outras, em troca de votos dos marginais ou de suas famílias que vivem e produzem bandidos e prostitutas nas favelados, a eleição e reeleição é garantida, e na melhor que comprar covo sutilmente, com dinheiro público, promovendo melhoria para os ‘coitadinhos’, ‘excluídos’, instalando elevador panorâmico, teleférico, escola de arte, piscina, quadra poli esportiva, bibliotecas, UPPS, cinema popular, em fim todas as melhorias, benfeitorias e conforto para as famílias que procriam e produzem em larga escala, irresponsavelmente,  todo tipo de criminoso e prostituas para a sociedade que paga para eles terem conforto e melhorias e em troca assaltar, matar e traficar drogas prejudicando a quem trabalha e investe na vida.

 

 

Ou alguém em sã consciência acredita que com a instalação das UPPS e as benfeitorias e melhoramentos que estão sendo feitas, a safra de marginais e bandidos, assaltantes de trabalhadores nas ruas do Rio que moram no Alemão ou em outra qualquer favela, chiqueiro sujo imundo ‘pacificado’ ou que estavam a serviço do tráfico, ou na fila aguardando vaga, se converteram e deixaram de ser bandidos?

 

E se dizem excluídos e sem oportunidade. Quem tem mais oportunidade na vida, quem mora no Bairro São Francisco em Queimados, uma cidade, com mais de 300 ruas sem esgoto água ou luz a mais de 01h00 de trem do centro do Rio, como no vídeo acima, ou quem mora no Alemão, Rocinha, Complexo da Maré, Pavão Pavãozinho e outras com tudo a mão, tudo à porta e não se interessa por nada? Não quer estudar, trabalhar, investir e se preparar para a vida. Por cultura, herança de seus pais e avós é uma raça que não da valor a estudos. Não são excluídos, essa escória, dejeto humano, se excluíram por conveniência para levar vantagem e pousar de coitadinhos.

 

Enquanto isso quem paga tudo e mora num bairro distante de uma cidade ou na Baixada Fluminense, em sua grande maioria só tem direito a lama e poeira, esgoto em valas fétidas na porta de suas casas, transmitindo doenças para seus filhos e sem água encanada, gastando 03/04hs de trem e de ônibus lotados para chegar ao trabalho no centro e na zona sul do Rio, que é a realidade da maioria dos moradores da região e dos bairros longínquos do Rio. 

 

 Veja esgôto a céu aberto invade a rua, esse é o estado de abandono de quem resolve ser honesto neste país, trabalhar honestamente, comprar um terreno num loteamento regular, pagar IPTU, Água, Luz, não criar seius filhos numa favela convivendo intimamente com o crime e criminoso, e não colaborar para a produção de bandidos na cidade, a violência e os altos índices de criminalidade

Av. Nossa Senhora das Graças, no bairro Km 32, em Nova Iguaçu - Parceiros do RJ

 

Parceiros do RJ mostram esgoto a céu aberto em Nova Iguaçu

 Parceiros do RJ mostram esgoto a céu aberto em Nova Iguaçu

A Avenida Nossa Senhora das Graças, em Nova Iguaçu, virou um rio de esgoto. Além do mau cheiro e das doenças, há lojas fechando porque os clientes não conseguem entrar nos estabelecimentos.

RJTV 1ª Edição 14/07/2011 12h00

 Chuva causa prejuízos na Baixada Fluminense

 Chuva causa prejuízos na Baixada Fluminense

A chuva forte que castigou o Rio também atingiu a Baixada Fluminense. A água entrou em várias casas. Muitos moradores perderam o que tinham. Em Saracuruna, muitas ruas ainda estão alagadas.

RJTV 1ª Edição

 

Resultado da promiscuidade e iresponsabilidade hereditária dessa ralé, escória, dejeto, lixo humanos que fazem filhos irresponsavelmente superlotando favelas, presídios e instituições de menores, com bandidos mirins, sob os olhos complascente da legislação fascista e demagoga do país.

 

 Avó afirma que não tem tempo para ficar com criança abandonada

 

O menino que foi largado pela mãe em uma rua em Santa Teresa teve a guarda entregue para a avó materna. Ela afirma que não pode ficar com a criança porque não tem tempo para ficar com ele.

 

RJTV 1ª Edição


 Adolescente é levada à delegacia após abandonar filho na rua

O bebê, de 1 ano e meio, foi encontrado por moradores de Santa Teresa, que chamaram a PM. A mãe foi detida perto do local e declarou que não quer a criança. O pai e o avô do menino disseram que pretendem cuidar dele.

RJTV 2ª Edição

 

 Mulher é presa por abandonar o filho no meio da rua

A criança, que tem 1 ano e cinco meses de idade, foi encontrada por policiais sozinha na Rua Benjamin Constant, em Santa Teresa. O destino do menino ainda está sendo apurado.

RJTV 1ª Edição 13/09/2011

 

 Parceiros do RJ mostram que o lixo que toma conta do Pavão-Pavãozinho

As ruas do Pavão-Pavãozinho estão tomadas pelo lixo. Para o presidente da Associação Social de Ação Comunitária é necessário fazer um trabalho de conscientização com todos os moradores.

RJTV 1ª Edição 14/09/2011

Postado por olinguarudo às 19:25
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 13 de Setembro de 2011

Galerias e grafites consolidam região do Porto como polo de arte

ArtRio, feira com obras contemporâneas no Píer Mauá, e ArtRua, que reuniu grafiteiros na Gamboa, provam que atenções dos artistas estão voltadas para a região revitalizada do Centro 

 

 

O processo de revitalização da região portuária do Rio ganhou força e incremento artístico. A ArtRio e o ArtRua acabam de entrar para o calendário de eventos da cidade levando cores e um público novo para circular por locais como Praça Mauá, Gamboa e Santo Cristo.

A primeira edição da Feira Internacional de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro (ArtRio) reuniu em dois grandes armazéns do Porto apreciadores de arte, colecionadores e marchands de 83 galerias, sendo 50% delas estrangeiras.

Uma das idealizadoras do ArtRio, a artista plástica Brenda Valansi Osório afirma que o fato de o evento acontecer a poucos metros de onde são construídos o Museu de Arte do Rio e, mais adiante, o Museu do Amanhã, não é um acaso.

– O objetivo da feira é que ela seja anual, e começamos a primeira edição já confirmando a segunda, inclusive com a possibilidade de crescer para mais um armazém. Já temos a confirmação de várias outras galerias. E nós estamos fixos aqui, ancoramos no Porto, justamente para poder fazer parte de toda a revitalização – comemora Brenda.

E, antes mesmo de ficar pronto, o Museu de Arte do Rio já se beneficia da efervescência artística do local. No primeiro dia da ArtRio, o MAR recebeu a doação de quatro obras de arte para o seu acervo. O galerista Max Perlingeiro doou um Guignard retratando Santa Teresa; o empresário e colecionador Alexandre Accioly doou um São Sebastião pintado por Volpi, e o prefeito Eduardo Paes doou um quadro de Tarsila do Amaral retratando o Pão de Açúcar e um banco de madeira também pintado por Guignard.

 

 

Galerias montadas em armazém do Píer Mauá atraiu milhares de visitantes à ArtRio, feira com 700 obras

A menos de um quilômetro dali, um galpão da Rua Pedro Ernesto, que esteve fechado nos últimos sete anos, abrigou a exposição paralela e popular ArtRua, formada por representantes da street art e os mais consagrados grafiteiros do país. O galpão é só parte da exposição, que transbordou para os muros e paredes dos sobrados da Gamboa – também contribuindo para dar uma cara nova ao bairro.

– Acho que o ArtRua, a exemplo do que aconteceu nos Estados Unidos e na Europa, pode contribuir para a revitalização da Gamboa, que era um bairro tradicional meio esquecido. O grafite vem não só revitalizar através da arte urbana, mas também para trazer cultura, beleza e fazer com que os olhos se voltem para o Porto. Acho que a revitalização do Porto é certa, mas nós queremos saber até que ponto podemos fazer da Gamboa um bairro-arte – sugere Pedro Villela, um dos organizadores do ArtRua.

 

 

Pelas ruas da Gamboa, grafiteiros e representantes da street art mostraram seus trabalhos

O fotógrafo e artista plástico João Bosco, responsável por retratar trabalho de artistas da Geração 80, foi um dos que esteve presente nos dois eventos e saudou os novos ares do píer.

– Essa é efetivação de um pensamento que corre dentro da cidade do Rio de Janeiro há al guns anos, a necessidade de se recuperar uma área histórica da cidade que veio sendo degradada por décadas. Muita gente que mora na Zona Sul ou mesmo na Zona Norte do Rio desconhece a importância dessa área para a história da cidade – detalhou Bosco, destacando ainda a relevância arquitetônica da região portuária.

 

Fonte: cidadeolimpica.com

Postado por olinguarudo às 23:45
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos

As árvores da Transoeste

Entre as medidas de preservação ambiental na obra do corredor expresso está o plantio de 19.652 mudas, quase 13 vezes o total de exemplares retirados

 

Sobrevoo mostra a evolução das obras da Transoeste 

 

Arvores no caminho da TransOeste

 

As obras necessárias para o crescimento da Cidade Olímpica e a preservação do meio ambiente podem, e devem, caminhar num mesmo sentido. E com o objetivo de conciliar progresso e sustentabilidade, a construção da Transoeste – o corredor para ônibus BRT (Bus Rapid Transit) que vai ligar a Barra da Tijuca a Santa Cruz e Campo Grande – tem essa preocupação como norte.

Um dos pontos a serem destacados diz respeito ao replantio ou medida compensatória estipulada pelo Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea). Ao longo dos 56 km de extensão do projeto, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente prevê a remoção de 1.533 árvores. Em troca, serão plantadas 19.652 mudas, quase 13 vezes a quantidade retirada.

Grande parte dessas árvores estava em pontos como o canteiro central e as margens da Avenida das Américas, no trecho entre a Barra da Tijuca e a Estrada do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes.

– O desenvolvimento tem que acontecer, a cidade tem que crescer, mas obviamente mantendo os cuidados com o meio ambiente. Só que a sociedade também tem que estar consciente – alerta o presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca, Delair Dumbrovsky.

Um movimento chegou a ser criado para pedir a permanência de uma figueira centenária localizada próxima ao Viaduto Orlando Raso, no cruzamento das avenidas das Américas e Salvador Allende, mas o engenheiro Alexandre Risso, da Secretaria Municipal de Obras, afirma que nunca esteve nos planos da Prefeitura derrubar a árvore.

– A figueira sempre esteve incluída no traçado da Transoeste. Não houve alteração alguma no projeto – explica Risso.

Um dos trechos mais importantes da Transoeste, a abertura do Túnel da Grota Funda também tem papel relevante na questão sustentável. Durante os oito meses de escavação do Maciço da Pedra Branca, foram retirados 250.000 m³ de rocha, o equivalente a 35 mil viagens de caminhão. Boa parte do material foi utilizada no aterro de áreas alagadiças aproveitados no alargamento da Avenida das Américas.

No acesso do túnel por Guaratiba, várias palmeiras de um terreno vizinho foram utilizadas no tratamento paisagístico da obra.

– Essas palmeiras foram todas reaproveitadas, toda a parte da retirada de árvores foi certificada com licença ambiental. As palmeiras foram remanejadas de um sítio que existia aqui perto, para fazer a saída com esse visual, que vai dar um atrativo diferente à obra – diz o engenheiro Alexandre Risso.

 

Fonte: cidadeolimpica.com

Postado por olinguarudo às 23:32
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011

Rock in Rio: Quase tudo pronto para o espetáculo

 
  
1ª Foto - Vista panorâmica da Cidade do Rock: espaço terá três palcos, além da Rock Street, shopping e brinquedos como roda-gigante e montanha-russa Foto: Alexandre Durão/G1
2ª Foto - Operários trabalham na montagem da Rock Street, que vai abrigar shows de jazz e blues, além de lojas, bares e restaurantes (Foto: Alexandre Durão/G1)

O Palco Sunset, onde artistas nacionais e internacionais vão se encontrar para apresentações únicas (Foto: Alexandre Durão/G1)
 
Segundo a enquete, 43% das pessoas pretendem ir de táxi, carona ou carro próprio. Veja como ir de ônibus para o evento.
RJTV 1ª Edição -> 09/09/2011
 
Jovens da Providência e de comunidades vizinhas vão participar de uma oficina e aprender a consertá-los. Depois os instrumentos vão seguir para ONGs que usam a música para educar.
RJTV 1ª Edição -> 09/09/2011
 

Obras na cidde do Rock estão em fase final

 
O Rock in Rio 2011 está marcada para os dias 23, 24, 25, 29 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011. Mais de 70 atrações nacionais e internacionais estão confirmadas, entre elas Metallica, Red Hot Chilli Peppers, Coldplay, Elton John, Shakira, Katy Perry, Rihanna, Jay-Z, System of a Down e Guns N' Roses.
 
 
1ª Foto - Rock in Rio - Prefeito Eduardo Paes entrega a chave da cidade do Rock in Rio - Foto Alba Valéria Mendonça-G1.globo.com
2ª Foto - Prefeito Eduardo Paes, tirando fotos, na Rock Street - Foto Alba Valéria Mendonça - G1
 
 
1ª Foto - Rock in Rio - Rock Street 28 lojas, bares e palcos voltados para o jazz como se fosse em New Orleans - Foto Alba Valéria Mendonça - G1
2ª Foto - Obras na Cidade do Rock começaram em dezembro do ano passado, com custo estimado de R$ 37 milhões. Expectativa é atrair mais de 700 mil pessoas em área de 250 mil m² - Foto Alba Valéria Mendonça-G1.globo.comFoto Alexandre Durão-G1
 
  
1ª Foto - Parque dos Atletas onde o público vai aproveitar o show dos palco MUndi na cidade do Rock - Foto Alba Valéria Mendonça-G1 
2ª Foto - Mais adiantado, o Palco Sunset já está com a cobertura praticamente concluída. Local será palco de shows mais intimistas, com duetos entre bandas e artistas - Foto Alba Valéria Mendonça-G1.globo.comFoto Alexandre Durão-G1
Postado por olinguarudo às 16:51
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

Esse é o Rio de Janeiro nem melhor nem pior, diferente

Rio de Janeiro > Um esculacho de cidade > Ó paí, ó ....
 
O Rio de Janeiro continua sendo ....
Postado por olinguarudo às 13:38
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos
Sábado, 3 de Setembro de 2011

Projeto Porto Maravilha vai reformar centro cultural na Gamboa, no RJ

Atualizado em 03/09/2011 12h48

 

Casarão inaugurado em 1876 será recuperado com verbas do programa.
Edital de licitação será lançado nesta quarta. Obra custará R$ 1,8 milhão.

 

Lilian Quaino - Do G1RJ

O Centro Cultural José Bonifácio é voltado para a pesquisa e a preservação da cultura afro-descendente (Foto: Lilian Quaino/G1)

O Centro Cultural José Bonifácio, que será recuperado, é voltado para a pesquisa e a preservação da cultura afro-descendente (Foto: Lilian Quaino/G1)

 

O programa Porto Maravilha Cultural, parte do projeto Porto Maravilha, de revitalização da Zona Portuária do Rio, lança nesta quarta-feira (31) o edital de licitação para a reforma do Centro Cultural José Bonifácio, interditado pela Defesa Civil desde maio passado por causa das precárias condições de suas grades. O casarão da Rua Pedro Ernesto, na Gamboa, foi inaugurado em 1876 para ser uma das primeiras escolas públicas do país para meninos e meninas.

Em 1983, passou por uma reforma e se tornou, com suas 25 salas, a sede do Centro Cultural José Bonifácio, voltado para a pesquisa e preservação da cultura afro-descendente, oferecendo à comunidade um importante com acervo bibliográfico, de fotos, pinturas e esculturas, além de cursos e apresentações de peças e shows de música e dança.

A reforma deverá durar dez meses e custará em torno de R$ 1,8 milhão. O presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), engenheiro Jorge Arraes, disse que numa avaliação rápida que fez pôde perceber que o prédio, com suas escadarias e assoalhos de madeira e pilares e gradis de ferro, está em condições razoáveis, mas precisa de especial atenção ao telhado, à impermeabilização e ao revestimento.

Cepacs
Jorge Arraes explica que no projeto Porto Maravilha não entram recursos públicos. A moeda do programa são os Cepacs, sigla para Certificados de Potencial Adicional Construtivo. A prefeitura autorizou a construção na área de edifícios maiores do que os limites atuais, com exceção de construções tombadas pelo patrimônio cultural e das destinadas ao serviço público, e sempre respeitando o gabarito relativo ao número de andares, que pode ser de 20, 30 e 40, de acordo com a região.

Em junho passado, a Caixa Econômica Federal arrecadou em leilão um lote único de Cepacs no valor de R$ 3,5 bilhões, formando um fundo imobiliário administrado pelo FGTS. Os interessados em construir um empreendimento na área do Porto Maravilha apresentam seus projetos à prefeitura e compram do fundo os Cepacs relativos à dimensão pretendida pela obra.

 

Os antigos galpões da Gamboa vão se tornar espaços culturais (Foto: Divilgação/Cdurp) 
Os antigos galpões da Gamboa vão se tornar espaços para atividades culturais - Foto Divilgação/Cdurp

 

O Centro Cultural José Bonifácio está sendo beneficiado pelo dispositivo da lei que criou o projeto Porto Maravilha, que diz que 3% dos recursos obtidos com os Cepacs têm que ser destinados à recuperação e preservação do patrimônio cultural da região. Os primeiros beneficiados foram os galpões da Gamboa, antigos galpões ferroviários, com 3.600 m² cada, que estão sendo recuperados para serem destinados a atividades culturais a um custo de R$ 8 milhões.

'Queremos que os moradores fiquem'
Arraes contou que projetos de cinco edifícios comerciais aprovados na prefeitura geraram uma demanda de 200 mil Cepacs, num total estimado de R$ 100 milhões. Os contratos, disse ele, deverão ser concretizados em breve.

O engenheiro diz que esses prédios são de alto padrão, mas também já existem projetos residenciais aprovados na prefeitura. Para ele, o projeto Porto Maravilha quer não só manter os tradicionais e antigos moradores em seus bairros como trazer muitos novos habitantes.

A meta é aumentar a população da região de 22 mil para cem mil habitantes em dez anos.
“Queremos que os moradores fiquem”, disse.

'Bairros com vida própria'
Para Arraes, a Zona Portuária do Rio deverá ter uma cara mais parecida com os portos da Cidade do Cabo, na África do Sul, e de Barcelona, na Espanha, onde se misturam residências, restaurantes, lojas e escritórios. E menos com o argentino Porto Madero que, apesar de seus restaurantes e hotéis, segundo ele “não gera vida”, atraindo mais turistas que moradores.

“Os bairros da zona portuária têm vida própria; são marcos da história da cidade desde o início da colonização. A região vai ser modernizada mas sua identidade será preservada. E as mudanças beneficiarão os moradores da região”, diz Arraes.

A área terá 17 quilômetros de ciclovias e 15 mil árvores serão plantadas para atende à meta de aumentar a área verde de 2,4% para 10,9%.

 

Perspectiva da Avenida Francisco Bicalho com prédios de diferentes gabaritos, separados por áreas verdes (Foto: Divilgação/Cdurp) 
Perspectiva de como deverá ficar a Avenida Francisco Bicalho com prédios de diferentes gabaritos, separados por áreas verdes (Foto: Divulgação/Cdurp)

 

Respeito ao meio ambiente

 

Quem quiser construir no área do Porto Maravilha tem que assumir um compromisso com o meio ambiente e a sustentabilidade.

“Os prédios terão de ficar a 30 metros de distância um do outro, e daremos muito valor ao paisagismo do empreendimento”, diz Arraes.

Segundo o projeto, os novos prédios deverão ter condições de reaproveitar águas pluviais, deverão instalar equipamentos para captação de energia solar, usar somente madeira certificada, utiliza ao máximo a ventilação e a iluminação natural e até facilitar o uso de bicicletas.

Fibra ótica
O projeto Porto Maravilha pretende ainda substituir a rede aérea de telecomunicações da Zona Portuária da cidade por um sistema subterrâneo com tecnologia de fibra ótica, que terá capacidade superior à atual.

Para isso, já foi publicado no Diário Oficial chamamento público para empresas privadas apresentarem estudos técnicos para a instalação de rede de fibras óticas de alta capacidade.

Segundo o engenheiro Jorge Arraes, a mudança deixa a Zona Portuária na vanguarda das telecomunicações no país, retirando toda a rede aérea e a substituindo pelo sistema conhecido como FTTH (Fiber To The Home) ou FTTB (Fiber To The Building).

Fonte: Íntegra do G1.globo.com

Postado por olinguarudo às 13:00
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos

Rock in Rio: Prefeito entrega a chave da Cidade do Rock

Atualizado em 06/09/2011 12h08 

Prefeito Eduardo Paes visitou a Rock Street e ganhou réplica da guitarra símbolo do festival.
O festival acontece na área do Parque dos Atletas das Olimpíadas de 2016.

Prefeito do Rio faz entrega simbólica da Cidade do Rock

 Prefeito do Rio faz entrega simbólica da Cidade do Rock

Depois de um passeio de Eduardo Paes, o empresário Roberto Medina recebeu dele as chaves da Cidade do Rock e hasteou a bandeira do Rock in Rio. A inauguração oficial do local foi animada com apresentações musicais.

RJTV 2ª Edição

 

 Divulgado esquema de trânsito e transporte para o Rock in Rio

Nesta terça-feira (6) foi divulgado o esquema de trânsito e de transportes para o Rock in Rio. Táxis e vans estarão proibidos na região dos shows.

RJTV 1ª Edição

 

Em cerimônia alegre e descontraída, o prefeito do Rio Eduardo Paes entregou, ontem a tarde, sexta-feira 02Set, a chave da Cidade do Rock, onde será realizado o festival Rock in Rio 2011.

O prefeito, muito animado, chegou em uma bicicleta elétrica e aproveitou para circular pelo gramado sintético do Parque dos Atletas das  Olimpíadas de 2016, área onde será o festival.

"Hoje é dia de agradecer. Vamos mais uma vez levar a música brasileira e a imagem do Rio lá para fora. O Rio é uma referência de cidade recuperada. Voltamos para ficar," disse Medina.

 
 

1ª Foto - Entrega da chave do Rock in Rio (Foto: Alba Valéria Mendonça/G1)

2ª Foto - Eduardo Paes na Rock Street (Foto: Alba Valéria Mendonça/G1) 

 

Depois de hastear a bandeira do Rock in Rio e da cidade do Rio de Janeiro, o prefeito passeou pelas dependências da Rock Street, uma rua que vai reunir lojas, restaurantes, bares e atrações.  Caminhando pela Rock Street, acompanhado do "prefeito" Medina, da Cidade do Rock, Paes se divertiu com bandas de jazz, country, malabaristas, estátuas vivas, show de mágica, de sapateado. E não perdeu a oportunidade de saber o futuro com as previsões de uma cartomante.

"A vidente falou que o Rock in Rio vai ser cheio de sol, um sucesso. E que nunca na história deste país, eu nem sabia que videntes falavam como o presidente Lula, que eu sou o prefeito mais fantástico que o Rio poderia ter", brincou Paes, totalmente à vontade, ansioso pelo início do festival.

 
 

1ª Foto - Parque dos Atletas onde o público vai aproveitar o shows do Palco Mundo, na Cidade do Rock - Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

2ª Foto - Rock Street: 28 lojas, bares e palcos voltados para o jazz, como se fosse em New Orleans - Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

 

Depois de hastear a bandeira do Rock in Rio e da cidade do Rio de Janeiro, o prefeito passeou pelas dependências da Rock Street, uma rua que vai reunir lojas, restaurantes, bares e atrações.  Caminhando pela Rock Street, acompanhado do "prefeito" Medina, da Cidade do Rock, Paes se divertiu com bandas de jazz, country, malabaristas, estátuas vivas, show de mágica, de sapateado. E não perdeu a oportunidade de saber o futuro com as previsões de uma cartomante.

"A vidente falou que o Rock in Rio vai ser cheio de sol, um sucesso. E que nunca na história deste país, eu nem sabia que videntes falavam como o presidente Lula, que eu sou o prefeito mais fantástico que o Rio poderia ter", brincou Paes, totalmente à vontade, ansioso pelo início do festival.

O prefeito garda na lembrança os bons momentos do primeiro evento, em 1985, quando se encantou com os "Paralamas do Sucesso" e o cantor Rod Stweart.

"Foi inesquecível. A Cidade do Rock hoje é um encontro do passado com um momento fantástico do Rio, muito melhor. Saio daqui com a convicção de teremos shows fantásticos. E depois a população vai ter um espaço, que antes estava degradado, para a realização de eventos, de entretenimento, de show", destacou Eduardo Paes.

Esse espírito de festa e descontração é o que Medina busca no festival,  dez anos após a última edição do Rock in Rio na cidade. Segundo ele, todos os dias serão de das 14h às 2h, com música para todas as tribos, com artistas de qualidade.

"Não há nada no mundo parecido com o Rock in Rio. Criamos um espaço para namorar, beber, comer, curtir. Outros festivais de música seguem a mentalidade de tratar uma banda e vender ingresso. Isso para a gente,  representa somente 20% do nosso esforço. Basta dizer que em Portugal o Rock in Rio é mais importante que a Copa do Mundo e na Espanha, mais que a Fórmula-1. Ou seja, não há comparação", disse Medina.

Antes mesmo de iniciar o evento de 2011, Medina já pensa nas duas próximas edições que ocorrerão no Rio, em 2013 e 2015. Ele informou, inclusive, que já está desenhando o palco da área do evento que vai substituir a Rock Street.

"É a primeira vez que vamos fazer uma área desse tipo. Este ano, a Rock Street é dedicada ao jazz e tem inspiração em New Orleans. Para 2013 estou pensando numa competição de dança. Vai ser a Street Dance", disse o "prefeito da Cidade do Rock.

Fonte: G1

Postado por olinguarudo às 10:50
Link do post | Faça um comentário | Adicionar aos favoritos

*Pesquisar neste blog

 

*Mais sobre mim

*Março 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*Posts do mês:

* Março 2013

* Fevereiro 2013

* Janeiro 2013

* Dezembro 2012

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

*Posts recentes

* Encontrei meu médico de f...

* Dilma: "Eu acho que vai t...

* Da Série: No que a quadri...

* Duas trajetórias, que pre...

* "Pai presente" um comerci...

* Museu de Arte do Rio que ...

* Fui pra onde?

* Para cair na folia: Agend...

* Vila Olímpica ganhará nov...

* Justiça decide que é lega...

* Governo investe forte na ...

* “Time of Rio”

* Expansão vai levar Parque...

* Se você é desocupado como...

* Novo trecho da TransOeste...

* Investimento em infraestr...

* Viaduto da Abolição refaz...

* Rio de Janeiro: Onde a op...

* Túnel do tempo olímpico -...

* Policial em São Paulo, pr...

* Rio: Guardando o lixo lon...

* Parque de Madureira: O pa...

* TransOeste: Caminho de ar...

* BRT Transoeste muda o con...

* TransOeste: Túnel da Grot...

* Prefeito de Japeri suspei...

* Se houve mensalão Lula fo...

* Preso verme que matou pol...

* Os "coitadinhos e excluíd...

* Na semana da pátria a jus...

* Passado e modernidade jun...

* Inaugurado o BRT TransOes...

* Túnel Binário já começa a...

* Inaugurado o terceiro mai...

* Ornamentos do século XIX ...

* Governo anuncia venda do ...

* Paes comemora rating conc...

* Setor de Tecnologia da In...

* BRT Transoeste muda o con...

* Jardim do Valongo passa p...

* A casa paradisíaca da can...

* Fim de semana no Rio: Dic...

* Camilo Portugal, um atlet...

* Fim de semana no Rio: Dic...

* No último final de semana...

* Fim de semana no Rio: Dic...

* Príncipe Harry participa ...

* Fim de semana no Rio: Dic...

* No dia da Mulher: EUA hom...

* Alunas saem da praia e vã...

*Meu álbum de fotos

*Comentários Recentes

Kkkkkkkk, pra quem odeia paulista, sabe muito sobr...
Não vejo a hora de ver este projeto em anda...
Até me assusta ver um blog como este....Depois de ...
Pow o maior sonho de todo flamenguista e ter um es...
Alguns erros: Rodovia Raposo Tavares: A via foi en...
O Alan, vc sim é um verdadeiro idiota, um verme, e...
São pessoas como você que merecem ser abortadas, n...
Olá Chefe Camilo, só tenho que agradecer pela pess...
Olá aqui é Camilo Portugal o cidadão da foto aí em...
Parece que essa mudança vai ser boa para os client...

*Mais comentados

*tags

* todas as tags

blogs SAPO

*subscrever feeds