Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

08
Jun11

STF 'Incoerência, cumplicidade e prepotência' a toda a prova de méritos e títulos

olinguarudo

Atualizado em 08/06/2011 20h05

 

STF mantém decisão de Lula de não extraditar Cesare Battisti para a Itália

Jornal das Dez Jornal das Dez Quarta-feira, 08/06/2011

A maioria dos ministros entendeu que deve prevalecer a decisão tomada pelo ex-presidente Lula no fim do mandato dele. Foi decidido também que o ex-terrorista, que estava preso, deve ser solto.

 STF mantém decisão de Lula de não extraditar Cesare Battisti para a Itália

A maioria dos ministros entendeu que deve prevalecer a decisão tomada pelo ex-presidente Lula no fim do mandato dele. Foi decidido também que o ex-terrorista, que estava preso, deve ser solto.

Jornal das Dez

 

As decisões dessa casta de superdotados seres humanos o extrato da espécie, os membros do STF, pessoas de notório saber jurídico, acima do nível e da média de todos os outros brasileiros, super gênios acima de qualquer suspeita ou dúvida, por vezes nos deixa com uma sensação de idiotas, o que para eles realmente somos, nos convencemos e chegamos à conclusão que com exceção deles os doutos magistrados da Suprema Corte, nós e o resto da nação, as outras cortes, Juízes singulares, Tribunais de Justiça, Superiores Tribunais, somos todos raça “inferiores” um bando de idiotas e só eles tem a sabedoria plena e máxima nesses país.

 

Em que pese serem eles, pasmem, não fizeram nenhum esforço para chegarem lá, não há como chegar lá por méritos, provas e títulos, basta ter o título, advogado, e ser amigo ou ter defendido das acusações de falcatruas o partido ou o desclassificado, analfabeto, retrogrado, bravateiro, mentiroso, prepotente, reacionário, antidemocrático, que seja eleito presidente da república e depois de eleito esse desclassificado, ‘seu amigo’, lógico, na primeira vaga lhe indica para ocupar o cargo de ministro da mais alta corte do país sem nenhum remorso ou dor na consciência e ao nos temos esse grupo de ‘notáveis’ reformando sentenças de outros tribunais e deliberando judicialmente sobre os destinos do país.

 

Fora isso, você pode ser o maior jurista do país, o melhor advogado, tribuno ou juiz de comprovada competência e capacidade, que você é classificado como sub-raça, inferior e não tem como mostrar suas aptidões, sua capacidade, exercendo um cargo de Ministro do STF, a única forma é sendo amigo do eleito presidente da república.

 

Essa é a lei brasileira, e ai temos lá o que temos, e costumamos de quando em vez assistir no noticiário nacional, as denuncias de Ministros da Suprema Corte envolvidos em falcatruas, que praticaram falcatruas, Ministros quase indo as vias de fato em plenário transmitido para o país inteiro, em fim, um viés do que é a política brasileira, manifestado dentro do que teria que ser a casa da maior respeitabilidade do país. Mas deixa em nós a dúvida. Será que é?

 

Na decisão do caso do criminoso Cesare Battisti, a prepotência aflora quando eles resolvem e sentenciam que ‘Itália não pode questionar decisão de Lula sobre Battisti

 

Supremo decide destino de Battisti nesta quarta-feira 

Terça-feira, 7 de junho de 2011 - 19h57

Jornal da Band > Supremo decide destino de Battisti nesta quarta-feira

 

“É inconcebível para mim, ante um pronunciamento do Supremo no bojo da extradição, ter-se o governo requerente [República da Itália] a impugnar um ato do presidente da República na condução da política internacional. Esse ato não é passível de ser jurisdicionalizado. É um ato político restrito à atuação do Poder Executivo”, ministro Marco Aurélio Mello, famoso por suas prepotências explicitas, mordido pela mosca azul.

 

“É elementar, a meu ver, que não haja, no âmbito do estado de direito, soberanos. Todos estão submetidos a regras estabelecidas na Constituição, de modo que qualquer ato praticado pelo presidente da República estaria submetido a exame desta Corte”, ministro Gilmar Mendes relator do processo famoso depois da acusação de falcatruas e de uma baixaria, bate-boca, sem precedente, quando era presidente da corte, com o ministro Joaquim Barbosa transmitido ao vivo para o Brasil e o mundo.

 

Esse caso nos recorda que por essas e outras o Brasil tem fama mundial como paraíso da impunidade, exceto quando se trata de preso Americano ou Cubano, ai a extradição é em tempo Record, não da para entender porque, e por isso chegamos a conclusão confirmando que somos mesmos um bando de néscios, amebas e sub-raça e que os ministros do STF é que são os bam bam bans da parada, sabem tudo, embora não estudaram nem fizeram concurso para estarem lá, mas são os melhores e sabem o que estão fazendo.

 

Quando dos atletas Cubanos desertores da delegação de Cuba no Rio, os músicos de Recife, a extradição se deu imediatamente após a prisão e pedido de asilo político que o governo brasileiro não concedeu. Quando da prisão de narcotraficantes colombianos no Brasil e os USA tinham interesse neles a extradição se deu em tempo recorde.

 

O caso mais antigo também e só para lembrar o que faz a fama do Brasil no exterior é o caso de
Ronald Biggs, 'o ladrão do século’,
no célebre assalto ao trem pagador de Londres que se ‘escondeu’ no Rio de Janeiro, sobre o manto de uma lei idiota que o protegia, fez um casamento de aluguel com uma mulher no Rio de Janeiro, e viveu no belo bairro de Santa Tereza o quanto quis e só foi preso na Inglaterra depois que doente, resolveu voltar ao seu país de origem e mesmo doente foi colocado num cárcere sem contemplação, como deve ser a lei, “dura lex sed lex”, onde o braço da lei alcança a todos e não uma interpretação para cada caso, como vemos aqui a manipulação das leis ao prazer da “autoridade”.

 

Além dos casos do criminoso Cesare Battisti, temos vários outros casos que confirmam o Brasil como paraíso da impunidade e refugio de criminosos ditos políticos, desde os seqüestradores do empresário Abílio Diniz e Washington Olivetto, aos casos de Achille Lollo, outro assassino italiano dos anos 70, que teve sua extradição negado por essas sumidades os ministros STF e se escondeu, também no Rio de Janeiro no bairro da Tijuca, conforme reportagem no Vídeo do Jornal da Band, e depois, como não poderia deixar de ser, se aliou e se protegeu como militante dessa esquerda nojenta, igualmente corrupta e criminosa PT, PSOL e PCB, tudo farinha do mesmo saco, como temos visto no noticiário nacional seus crimes desde corrupção, enriquecimento ilícito, adversários políticos sendo metralhando ao se dirigir a emissora de rádio, os casos de Taboão da Serra e Campinas em SP é nojento e deprimente a política rasteira e composta por bandidos, e lamentavelmente sendo liberados, e absolvidos, primeiro pela população, como os mensaleiros em São Paulo e depois o exemplo dos mais de 20 processos de Palocci que a Suprema Corte não achou um para condená-lo, alegando, comodamente, falta de provas e o absolveu de todos.

 

A revolta dos idiotas, nós sociedade, é que não entendemos isso, somos muito subdesenvolvidos, para entender o ‘embasamento legal’ para tudo isso, e achamos que a Polícia Federal, Ministério Público e demais órgãos que se envolvem nesses processos são muito incompetentes para o Supremo libertar a todos e só o Supremo é composto de competentes magistrados.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub