Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

09
Jun11

Campanha de solidariedade aos bombeiros presos no Rio

olinguarudo

Estamos juntos e solidários, a causa é justa

 Solidários aos Bombeiros presos

  

Campanha de solidariaedade aos bombeiros presos no Rio

Junte-se a eles manifeste-se contra a injustiça e incompetência

seja um elo nessa corrente 

 

Tudo isso poderia ser evitado se as autoridades não fizessem tanto descaso com o que eles acham que é o lixo do estado, os funcionários, ‘operários públicos’ concursados, em todos os níveis, sempre foram tratados como lixo. Sem atenção, ganhando salários aviltantes.

 

Nesse episódio dos bombeiros, tudo chegou ao ponto que chegou porque o governador ignorou os anseios e reivindicações dessa classe que presta um trabalho nobre e importante para a sociedade, e é vitima do descaso do governador e dos ‘canalhocratas’ membros da ALERJ (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), que não tem moral para fiscalizar o executivo e cobrar dele atitudes dignas, porque a maioria está comprometida com ele em troca de cargos e diretoria de empresas estatais, sempre foi assim, o governador loteia o estado, como em Brasília e fica soberano na situação à vontade fazendo o que quer sem fiscalização.

 

 

Foto 1. Rafael Andrade/Folhapress(E) - Foto 2. Estadao.br.msn.com

 

Foram inábeis e não deram atenção a um problema sério, fizeram descaso, porque nem o governador nem a quadrilha da ALERJ sabem o que é ganhar R$ 950,00 para sustentar a família e ainda pagar passagem.

 

Na Alerj e no Palácio Guanabara Os secretários de estado, os cargos comissionados, os cargos eletivos, como o de governador, esses tem salários maravilhosos, os nomeados sem concurso, cargos de chefia, não existe nenhum que ganhe menos de R$ 2 mil, enquanto que os funcionários, ‘operários públicos’ do Rio, concursados, todos, não só os bombeiros, são empurrados para corrupção e propina, milícias, ou alguma outra atividade para complementar o salário e ai surge as milícias, os bicos de segurança, ou seja, outro atividade paralela que proporcione uma complementação de renda para o sustento da família, porque a décadas o salário dos funcionário público é uma vergonha. Tem dinheiro para tudo, para carros luxuosos para vereadores, despesas de gabinete, em fim toda a fabula de dinheiro público jogado no ralo e escorrendo para corrupção e falcatruas, só não tem dinheiro para pagar salário digno ao barnabé, o operário público. Nos outros estados os níveis salariais são bem maiores que os do Rio.

 

O Rio sempre foi assim um descaso total com a coisa pública que deveria ter mais atenção, um salário digno para os funcionários, por exemplo, um plano de carreira descente e digno para o ser humano.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub