Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

11
Out11

Festival de cinema no Rio: transformando os armazéns do 'Cais do Porto' em espaço cultural

olinguarudo

Evento que reúne a nata das produções da sétima arte muda de endereço, mas continua apostando na revitalização da região do Porto Maravilha. Principal mostra competitiva terá filmes exibidos a preços populares no local.

Durante 12 dias de outubro, os olhos do cinema e dos cariocas vão estar voltados para o Porto do Rio, onde acontece a 13ª edição do Festival do Rio. Com mais de 350 títulos vindos de 60 países, o maior festival do gênero no país colocará 40 salas à disposição do público em diversas regiões da cidade.

 

– O Festival do Rio hoje é um evento que faz parte dos grandes festivais do circuito mundial: é irmão dos de Cannes, Veneza, Berlim, Toronto. São festivais que trazem a indústria, os executivos, quem produz, quem coproduz. Por isso, ele tem importância maior do que um evento só de exibição – explica Marcos Didonet, produtor de cinema e diretor do Festival do Rio.

 

Com 28 anos de história com a cidade – o evento surgiu da fusão de dois outros, a Mostra Estação e o Rio Cine Festival –, o Festival do Rio escolheu a Região Portuária para montar base nas suas últimas quatro edições.

– Por mais que o festival esteja espalhado por 35 a 40 salas, nós temos um lugar que aglutina o mercado. Nós temos aqui o Rio Market, que é justamente o local onde executivos, produtores, coprodutores e diretores todos se reúnem para discutir a obra produzida e qual virá em seguida – detalha o produtor.

 Armazém preparado para sediar o Festival do Rio: área de convivência de fãs e quem trabalha na indústria 

 

Armazém preparado para sediar o Festival do Rio: área de convivência de fãs e quem trabalha na indústria

Até 2007, sua sede ficava alojada numa tenda armada nas areias de Copacabana. Em 2008, as áreas de negócios do evento passaram a acontecer no galpão da Ação da Cidadania, na Rua Barão de Tefé. Neste ano, por causa das obras do Porto Maravilha no sítio arqueológico do

Cais do Valongo, o Festival do Rio foi obrigado a mudar de endereço. E escolheu permanecer na região, desta vez no Armazém 6.

– Essa foi uma decisão política e estratégica. Conversando com a Prefeitura e, dentro de uma intenção de desenvolver novas áreas culturais para o Rio de Janeiro, o Porto virou a opção. Isso aqui está em processo de construção ainda, mas nós, como teimosos, resolvemos vir antecipadamente – conta Didonet.

 

Dentro do Armazém 6 do Cais do Porto estão montadas, além da recepção do evento, dezenas de salas de reunião, um espaço para exposições sobre o cinema – com figurinos e objetos usados em filmes nacionais – e uma grande sala de exibição, onde o público poderá assistir todos os dias aos filmes da Première Brasil, a principal mostra do Festival, a preços populares.

– Eu acredito que isso aqui vai virar um espaço de visitação e de conhecimento cultural e turístico muito grande. Temos ainda dificuldades de acesso e estacionamento, obviamente, mas todo processo novo é assim. Na hora que você experimenta a perspectiva da vanguarda, você está saindo da zona de conforto – aposta o executivo.

 

Marcos vê com bons olhos o trabalho de revitalização que está sendo feito no Porto do Rio. E acredita que a união de diferentes espaços como casas culturais, hotéis, áreas de diversão e negócios poderá dar à Região Portuária características que não são vistas em nenhum outro lugar da cidade.

– Pelo fato de conhecer outras partes do Brasil e do mundo onde foi feito esse tipo de ação, eu acho que o Porto vai virar um grande concorrente de outras partes do Rio de Janeiro, senão o maior, porque ele está sendo feito de forma planejada. Acho que, daqui a alguns anos, muitos eventos vão querer vir para cá – conclui Didonet.

Fonte: Rio Cidade Olímpica / Porto Maravilha

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub