Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

16
Fev12

Equivocada, desastrosa, infantil e extremamente amadora a defesa de Lindemberg

olinguarudo

 

Júri condena Lindemberg por morte de Eloá e outros crimes (Editoria de Arte/G1)

 

ABC PAULISTA

Júri condena Lindemberg por morte de Eloá e outros crimes

Julgamento em Santo André durou 4 dias.

Com uma advogada destrambelhada dessa não precisava nem de promotora (MP) ou advogado de acusação.

 

Após quatro dias de júri, o conselho de sentença, condenou o assassino frio e calculista, mal orientado, com todos os subsídios fornecidos por sua advogada, associado à antipatia dela perante a imprensa, sociedade, ao ponto de ser hostilizada em público e ter que pedir proteção da PM, promotora e juíza, passou para jurados, imprensa e sociedade, que entenderam que, o que deu pra entender, que a prepotente, antipática, arrogante, inexperiente, infantil, iniciante, amadora e equivocada advogada supostamente de defesa, que muito pelo contrário deu todos os subsídios aos jurados para entender que tudo que dizia era dissimulação, mentiroso e falso e por isso mesmo e pelos equívocos da estratégia da defesa,  Lindemberg Alves, de 25 anos, a 98 anos e 10 meses de reclusão pela morte de Eloá, pelos outros 11 crimes acusado e acatado pelo conselho de sentença, cometidos durante sequestro ocorrido em 2008 em Santo Andre no ABC paulista, mesma cidade do famoso caso do prefeito Celso Daniel.

 

Lindembergue não merecia mesmo uma advogada como esta, pior teve três membros de acusação ou seja três pessoas o acusando e ninguém o defendendo, a ‘defesa’ a estratégia equivocada de sua advogada, inexperiente, infantil e amadora.

 

Louve-se nesse episódio a atuação magistral, a estratégia da promotora representante do Ministério Público, quando não utilizou a réplica para não permitir a tréplica da defesa que, equivocadamente só utilizou uma hora das duas que tinha direito na primeira faze dos debates, guardando ‘trunfo’ para a segunda fazer, tréplica, quando pretendia arrebentar, não dando chance ao Ministério Público de se defender pois era a última a falar, mas foi pega de ‘calça arriada’ e ficou sem ação quando o ministério público não quis a replica e ela não teria direito a tréplica, logo ao poderia concluir seu raciocínio.

 

Outra inteligente e equilibrada a atuação da juíza em não considerar as estapafúrdias e idiotas agressões da defesa ao ser atacada por esta estapafurdiamente, quando normalmente os juízes tomam atitudes rígidas, tumultuam o processam, aplicam a lei do desacato a autoridade representam contra o advogado e até dão voz de prisão. Mas sabiamente a juíza fingiu que não entendeu e deu prosseguimento ao julgamento, sabendo que a advogada acabava de se penalizar por si mesmo ao se antipatizar diante dos jurados.

 

A advogada ‘de defesa’ com atuação estapafúrdia equivocada, desequilibrada, infantil e amadora, deu demonstração em excesso de inexperiência e infantilidade, contribuiu decisiva e fundamentalmente como principal agente da condenação de seu cliente, com uma advogada dessas nem era preciso acusação.

 

Equívocos da defesa

Quem freqüenta, trabalhou ou já viu como atua as feras do Tribunal do Juri, tipo Evandro Lins e Silva, que um de seus casos célebres foi do Doca Strit, sabe-se que em nenhum momento o advogado se comporta como arrogante, prepotente, ou seja jamais se antipatiza perante o plenário e os jurados;

 

Os advogados, sempre orientam seus réus que jamais deve ser portar altivo, intimidativo ou arrogante perante os jurados durante o julgamento;

 

Os advogados sábios, experientes, ‘raposas velhas’ orientam seus clientes entes de sentar no tribunal do júri a jamais encarar os jurados, a família de sua vítima, o promotor, o juiz, a acusação ou quem quer que seja, deve manter-se em estado de penúria, cabisbaixo, demonstrar arrependimento e aprender forçar o choro o mais que possível, para causar pena aos seus julgadores, o conselho de sentença, ou seja os jurados;   

 

A família

Quem é a família de Eloar? O pai um assassino de aluguel foragido preso e condenado por homicídio, e quis o destino, ironicamente, que ele sentisse na pele, da maneira mais trágica um castigo inexorável que sua única filha fosse assassinada, como que querendo o destino que ele experimentasse, na própria pele, o que é tirar a vida de um ser humano, de um ente querido, de um filho nosso, e passasse pelo sofrimento por que passaram os pais, a mulher e a família daqueles que ele assassinou.

 

Por outro lado esse episódio se tira várias lições corriqueiras que se presencia no dia-a-dia sobretudo em favelas, bolsões de pobresa locais de grande concentração de pessoas baixo nivel, familias desestruturadas, sobretudo a grande maioria das familias nordestinos, que tem um histórico a anos de as meninas lá dos cafundós, agreste e sertão casarem crianças ainda, e quam não conhece uma história deles que a mulher se casou aos 12/13 anos de idade, teve 10/15 filhos, sem condição de crir e educar um cachorro, morreram 3/4, e ainda hoje quem convive com eles numa aparente melhor condição financeira, como vizinho, amigos ou coisa parecida, pode presenciar algumas mães ‘acham bonitinho’ facilitando e 'empurrando' as filhas para um relacionamento com alguém próximo, que consideram em melhor condição financeira, facilitando o namoro, a maioria parece que gostam de ver dentro de casa as filhas namorando, ‘sarrando’ principalmente nas casas onde não existe a presença do pai, as mães até permitem que os namorados de suas filhas durmam com elas nos fins de semana, acho que isso as excitam, e por isso mesmo elas entregam suas filhas para namoros precoces, caso da famiília da menina Eloar, à época,  que permitiu que a criança, aos 12 anos de idade, namorasse um desequilibrado mental, sub-empregado, nada justifica o crime, mas era uma tragédia anunciada, no mínimo ela poderia engravidar e estragar sua infância, adolescência e toda sua juventude.

 

Esse tipo de atitudes está cheio no país inteiro, sobretudo nos grandes bolsões de pobresa e favelas do Rio principalmente, onde a maioria são imigrantes nordestinos, é só ver a origem a origem de todos os grandes traficantes e bandidos famosos, Ném, Parazão, FB, Pezão, Fernandinho Beira-Mar, Miltinho da Ilha e as prostitutas que agem no Rio, visitem o Instituto Padre Severino "reformatório" de menores infratores masculino na Ilha do Governador, com capacidade lotada, ou o feminino em frente "Instituto Santos Dumont", e vejam lá a origem de todos aqueles menores, garotos e garotas que foram, a grande maioria, empurrados para o crime e aprostituição pela suas próprias famílias, pela condição de vida e onde seus pais escolheream para cria-los imiscuidos com o crime e os criminosos intimamente no itnerior das favelas, onde o Ném, FB, Pezão, e outros são os eus heróis, cada um tem 6/8/10 irmãos a maioria, cada um de um pai, isso os nossos políticos e governantes do "politcamente correto" não estão preocupados, nem tem nenhuminteresse em levantar essa lebre e debater.

 

Enquanto isso, nossos dirigentes políticos sonhadores e hilariantes, vão se preocupando em elaborar cartilhas fascistas do políticamente correto do "eduque sem bater", criminalizando uma palmada num filho, enquanto para a realidade dos problemas graves eles fazem como avestruz, preferem fingir que não ve e não tocar na ferida, e os crimes bárbaros vão se sucedendo, as Eloás da vida vça morrendo vitima de Lindembergs e da própria familia, cada confronto de traficantes com polícia no Rio deixa um saldo de mortes e um prejuízo financeiro para populção e estado, com queda de helicóptero, morte de policiais e mais e mais crimes se sucedem numa corrida, com dirigentes públicos de olhos vendados, sem fim.

12
Jun11

Prefeitura, MP, Judiciário, Polícia e Parlamentares do Rio resolveram dar um basta nas cracolândias

olinguarudo

Atualizado em 15/06/2011 20h22

Globo Comunidade Globo Comunidade > Domingo, 12/06/2011

Segundo a Secretaria de Assistência Social, de janeiro até agora foram feitos pelo menos 200 acolhimentos de crianças e adolescentes viciados em drogas. A maioria é retirada, mas depois volta para as ruas e para o vício.

 Prefeitura do Rio obrigar a internação de crianças e adolescentes viciados em drogas

Segundo a Secretaria de Assistência Social, de janeiro até agora foram feitos pelo menos 200 acolhimentos de crianças e adolescentes viciados em drogas. A maioria é retirada, mas depois volta para as ruas e para o vício.

Globo Comunidade

 

 Saiba como é realizado o trabalho no Centro de Acolhimento Casa Viva

As crianças e adolescentes viciados em crack recolhidos das ruas foram levados para a Casa Viva. O local é gerido pela prefeitura do Rio. Confira como são desenvolvidas as atividades de recuperação. Trinta funcionários trabalham no centro.

Globo Comunidade

 

 Noventa usuários de crack são recolhidos em Madureira

Seis crianças e adolescentes foram levados para internação em centros de tratamento da prefeitura. A partir de agora, os pais dos menores recolhidos serão intimados a depor. A polícia quer saber se eles são responsáveis pelo abandono dos filhos.

RJTV 2ª Edição | Última atualização: uma hora e 8 minutos atrás 15/06/2011


 Trabalho da polícia no combate ao crack ajuda na internação dos viciados

trabalho da polícia é fundamental para que as ações que visam o tratamento dos dependentes químicos aconteçam. As medidas já foram aplicadas na cracolândia do Jacarezinho, mas serão estendidas também a outras regiões da cidade.

Globo Comunidade

 

Efetivamente o Rio é a única cidade e estado da federação que está dando combate efetivo, intenso e sistemático ao consumo de crack pela população de drogados nas chamadas cracolândias que é a degradação do ser humano, que passa a viver em função da droga, como zumbi, perde a noção do lógico e real e começa a viver em função de arranjar dinheiro para adquirir drogas mais e mais e começam a cometer crimes, como temos visto nas reportagens país inteiro e os canalhocratas dos políticos brasileiros brincando com coisa séria, alguns lixos humanos até querendo liberar o uso de drogas para a população de drogados.

 

Mais de 40 usuários de crack são recolhidos em operação no Rio

Mais de 40 usuários de crack foram recolhidos nesta sexta-feira (10), numa operaç...Ilha do Governador, onde recolheram dez usuários decrack sob o viaduto da Avenida Vinte de Janeiro, que leva ao Aeroporto...

G1

 

 Agentes da prefeitura recolhem crianças na cracolândia do Jacarezinho

Um dia após ser divulgada a decisão de internar menores dependentes de crack, a prefeitura do Rio, com reforço da polícia, realizou uma ação para recolher crianças e adolescentes. Alguns deles já começaram a receber o tratamento previsto no acordo.

RJTV 2ª Edição | Última atualização: 03/06/2011 19h18


 Justiça do Rio determina a internação obrigatória de jovem viciada em crack

A jovem grávida, de 22 anos, foi acolhida durante uma operação no Jacarezinho. A internação foi pedida pela família. A Secretaria de Assistência Social procurou a Justiça, que autorizou a medida.

RJTV 2ª Edição

 

 Operação contra o crack acolhe adultos e menores nas zonas Norte e Portuária

Foram encontradas apenas três crianças. Nos pontos de consumo da droga, havia bastante sujeira. Alguns locais são conhecidos por alto índice de assaltos.

RJTV 1ª Edição

 

Diferente de São Paulo que as chamadas cracolandias estão localizadas nas áreas nobres e drogas em São paulo se adquire em qualquer lugar e pelo 'Disck Drogas'. No Rio as cracolândias e o tráfico de droga estão localizadas nas favelas, a pior delas é a do Jacarezinho, o governo conseguiu com o judiciário, liminar, mandado de busca e apreensão, para prender maiores e menores que estão em estado de abandono e miserabilidade, convivendo nas ruas em função dos tráfico e diversos já foram detidos por policiais, agentes de saúde da prefeitura e são levados para os abrigos de acolhimento da prefeitura onde são submetidos a tratamento médico e depois de passado o estado de degradação e quando eles caem na real, a maioria quer ficar e se tratar, e vários são os familiares que estão pedindo para que eles sejam tratados e mantidos nos abrigos.

 

Operação recolhe mais de 30 usuários de crack no Jacarezinho

...policiais Civil e Militar, detiveram 34 usuários de crack, na manhã desta quarta-feira (8). Entre os detidos...ccedil;ão de recolhimento de usuários de crack feita pela Secretaria, em favelas do Rio, desde 31 de mar...

G1

 

Cidades como São Paulo por exemplo, que o crack se alastrou pela cidade de tal forma que já fugiu ao controle do governo e é onde existem as maiores cracolandia do país, conforme declara na matéria acima o comentarista de assuntos criminais da TV Globo Rodrigo Pimentel. Até porque estamos falando da maior cidade do país, a maior da América Latina e a quinta maior do mundo, pena que, vai ver os políticos que a governaram ao longo dos séculos e o que fizeram com a maior cidade, não so em termos de drogas mas em tudo os que deixaram acontecer e onde a cidade chegou, o nó que São Paulo deu, difícil de desata. Em pleno centro, coração de São Paulo, região da Estação da Luz e os políticos locais, irracionais, apedeutas, néscios acéfalos e amebas, que são, endêmicos e hereditários, estão ‘jogando uma lona preta’ em cima da situação, como fazem com o intenso consumo e tráfico de drogas na cidade, onde a classe média está participando do tráfico em faculdades, festas, casas noturnas e escolas, por ser lucrativo e diferente do Rio que é truculento, em São Paulo o tráfico é discreto e pacifico, um negócio como outro qualquer em que os concorrentes se reúnem e almoçam juntos nos jardins. É o que tem mostrado as reportagens locais sobre o assunto.

 

São Paulo

 Deputados estaduais lançam Frente Parlamentar de Enfrentamento ao CrackUsuários passam dia e noite consumindo a droga pelas ruas. Na Cracolândia, há cerca de 500 pessoas, mas os dados são imprecisos. Os parlamentares querem cobrar dos governos investimentos nas políticas contra as drogas.

SPTV 2ª Edição | Última atualização: 31/05/2011 19h15

 

 Grávida viciada em crack é levada para internação obrigatória

Ela tem 22 anos e está com oito meses de gestação. A jovem não quis abrigo, mas sua família pediu que ela recebesse tratamento mesmo assim. A juíza da Vara e da Infância deu a ordem.

RJTV 1ª Edição

 

 Pai conta o drama de retirar o filho das drogas

Em um período de dois anos, o filho de Lúcio foi internado pelo menos duas vezes em uma clínica em Barra Mansa. Cada internação durou três meses, mas quando ele era liberado da clínica voltava a usar drogas.

RJTV 1ª Edição

 

 Polícia faz operação contra o crack no Jacarezinho

A polícia fez uma nova operação com a Prefeitura do Rio de Janeiro para tentar acabar com a cracolândia do Jacarezinho. Foram 53 adultos recolhidos e 16 menores de idade que serão a cumprir internato para fazer um tratamento.

RJTV 1ª Edição | Última atualização: 03/06/2011 12h27

 

Operação recolhe 69 pessoas na cracolândia do Jacarezinho

...atilde;o para acabar com os pontos de venda e consumo de crack (cracolândia), na Favela do Jacarezinho, no Jacar...ccedil;ão de recolhimento de usuários de crack no Jacarezinho. Os 53 adultos foram encaminhados à...

G1 | Última atualização: 03/06/2011 12h52

 

 Decisão da prefeitura de internar menores dependentes de crack à força divide opiniões

A decisão de internar os menores viciados em crack foi tomada após sucessivas operações policiais em cracolândias onde crianças e adolescentes foram apreendidos. Saiba como é o trabalho de recuperação dos jovens.

RJTV 1ª Edição


No Rio, operação retira 69 pessoas de 'cracolândia'Uma operação para retirar moradores de rua da chamada "cracolândia" da favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, recolheu 69 pessoas nesta manhã: 53 adultos e 16 crianças e adolescentes. Foi a décima ação da Secretaria Municipal de

G1 | Última atualização: 03/06/2011 11h34 

 

 Menores viciados em crack serão obrigados a ficar internados para tratamento

A nova medida já está valendo. Os menores que forem recolhidos nas ruas do Rio e forem viciados na droga vão fazer tratamento. Psiquiatras, psicólogos e assistentes sociais vão investigar se os jovens são ou não dependentes químicos.

RJTV 2ª Edição | Última atualização: 02/06/2011 19h11

 

'Não se pode esperar as crianças morrerem', diz juíza sobre cracolândia

“Não existe direito ilimitado, a não ser o direito à vida. Nesta decisão estamos preservando o direito à vida”, afirmou nesta quinta-feira (3) a juíza titular da 1ª Vara da Infância e Juventude, Ivone Caetano, explicando a

G1 | Última atualização: 02/06/2011 19h50


Para juíza, 'cracolândia é pior do que o holocausto'

A juíza Ivone Caetano, da 1ª Vara da Infância e Juventude, disse que a "cracolândia é pior do que o holocausto", ao defender hoje a portaria da Prefeitura do Rio de Janeiro que estabelece a internação compulsória de crianças que usam crack.

G1 | Última atualização: 02/06/2011 19h42

 

 Prefeitura do Rio muda forma de lidar com crianças e adolescentes usuários de drogas

Autoridades não terão que perguntar se eles querem se tratar. Aqueles que forem encontrados nas cracolândias serão recolhidos para tratamento e só serão soltos depois de se livrarem do vício.

Jornal Nacional | Última atualização: 26/05/2011 20h30


 Noventa pessoas são detidas em operação contra o crack

A Prefeitura do Rio e o Ministério Público estadual pretendem tornar obrigatória a permanência de crianças e adolescentes dependentes de crack em abrigos, para tratamento. Pela terceira vez, os policiais estiveram na Cracolândia do Jacarezinho.

Bom Dia Rio | Última atualização: 26/05/2011 06h46

 

Operação retira 76 pessoas de 'cracolândia', no Rio

Uma operação para retirar moradores de rua da chamada "cracolândia" da favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, recolheu 76 pessoas na manhã de hoje: 60 adultos e 16 crianças e adolescentes. Esta foi a nona ação da Secretaria Municipal de

G1 | Última atualização: 25/05/2011 12h34

 

Prefeitura e PM fazem operação contra cracolândia no subúrbio do RJ

A prefeitura do Rio, através da Secretaria de Assistência Social, com o apoio de policiais do 3º BPM (Méier), da Polícia Civil e da Guarda Municipal, realiza na manhã desta quarta-feira (25) mais uma operação para acabar com pontos de vendas e

G1 | Última atualização: 25/05/2011 09h23

19
Abr11

Mais um caso de Skinheads esfaqueiam jovens a caminho da 'Virada Cultural' em São Paulo

olinguarudo

Atualizado em 19/04/2011 19h46 

 

Click e veja mais vídeo sobre o assunto > http://videos.band.com.br/Exibir/Skinheads-esfaqueiam-jovens-a-caminho-da-Virada-Cultural/2c9f94b52f650f43012f6ab9d1e9030a?channel=587

 

virada cultural

O que era para ser uma festa, tradiconal civilizada da cultura, vem se transformando ao longo dos anos, como tudo que se organiza para o público em São paulo, uma motivação a mais para uma orgia, promiscua de uso de drogas sem limite e prática de crimes de intoerância por grupos e facções, sob o olhar complascente das autoridades locais, que vem aterrorizando até mesmo moradores das redondezas dos locais onde acontecem os eventos, se transformando a cidade inteira em uma grande Cracolândia a maior do planeta como no filme de Charles Bronson 'Desejo de matar I, II, II,IV', onde impera uma cidade sem lei e uma polícia complascente, inerte.

 

No último fim de semana dois jovens atacados por neonazistas, pásmem, em frente a um posto policial, estão internados em estado grave em São Paulo. Eles estavam a caminho da Virada Cultural, quando foram agredidos com faca e soco inglês.

 

Esse, dentre inúmeros outros, é um típico caso de crime que só acontece em SP, provocado por usuários de drogas pesadas, idiotas, alienados mentais, que colocam uma loucura na cabeça e saem por ai comentendo crimes. Não se tem noticia de casos como esse em outro estado ou cidade do país. Sabe porque? Porque SP é onde se consome grandes quantidade de drogas pesadas que corroe os neurônios desse animais, marginais, e a sociedade e os políticos paulistas, fingem que não vêem nem sabem disso, porque o tráfico em SP é feito pacificamente e por pessoas de 'alto nível' classe média, filinhos de papai. Essa modalidade de tráfico silencioso, obsequioso e pacifico estimula os filhos da sociedade e a própria sociedade a usar droga. Não tem que subir o morro e passar por traficante fortemente armados para adquirir sua droga la dentro do chiqueiro, que são as favelas. Ai a coisa se desenvolve e muito. São os filhos e a geração Rita Lee, orgulho paulista, a rainha dos drogados.

 

“O Rio de Janeiro é a cidade mais violenta do planeta”, segundo alguns paulistas despeitados e invejosos, mas no último verão, tivemos uma invasão de mias de 1 milhão de turistas, inclusive muitos paulistas, que são todos sempre bem vindos, para o fim de ano e a tradicional queima de fogos em Copacabana e para brincar o carnaval de rua o mais popular e democrático, e de graça, o que é melhor, sem abadá, sem pagar nada, é so entrar no bloco como estiver e brincar sem preconceito de nada, cor, raça, religião, peso, opção sexual, e não se teve noticia de um caso, um só caso dentro desses tres meses de um caso dessas proporções como se tem rotineiramente e diariamente em São Paulo, na Avenida Paulista, Praça da República e adjacencias.

 

Hoje a polícia do Rio fez uma operação na favela da Rocinha, em busca de drogas e para prender traficantes, várias prisçoes foram feitas e pelo menos 3 toneladas de maconha saiu de circulação, veja na materia abaixo. O usuário carioca para usar sua droga tem que subir o morro ir lá no chiqueiro, passar por traficantes fortemente armados para conseguir adquirir drogas. E ele que suba o morro e não saiba pra onde vai nem o que vai fazer. Não volta, ou volta mutilado. E no Rio ninguém se atreve a acender um cigarro de maconha e sair fumando tranquilo na rua igual em São Paulo.

 

Alguém sabe quando foi que a policia de São Paulo fez a última operação para combater o tráfico de drogas no varejo na cidade de São Paulo? Exporadicamente a policia paulista prende um ou outro avião, vapor ou estica, mas a droga em São Paulo é liberada em toda a cidade, se consegue droga por telefone, no ponto de venda da esquina, a cracolândia é prova disso, se fuma maconha e crack e se ingere comprimidos de Ecstasy na Pça Benedito Calixto, nas Ruas e casas noturnas da Cardeal Arcoverde, Teodoro Sampaio em Pinheiro, nos bares da Vila Madalena, Fradique Coutinho ou Oscar Freire e na região da Faria Lima e Juscelino Kubitschek, Jardins e Rua Augusta então, dificil é você não ficar drogado na rua com tanto cheiro de maconha. O cara vem pra cima de você e pede o isqueiro ou fóforo para acender o cigarro de maconha, isso é muito normal sobretudo na Vila Madalena.

 

Em São Paulo você está em um bar ou casa noturna e ai chega um playboy bem vestido, de moto, para numa esquina da Vila Madalena por exemplo local onde os jovens costumam se reunir em função da grande concentração de bares, e ai um grupo ou uma pessoa só vai ao encontro dele, e pega a droga, paga e ele vai emobra. É desse jeito o trafico em São Paulo. Pra carioca que está acostumado ver o trafico em morro, favelas cercado de seguranças fortemente armados e nas mães de gente do meio, sendo consumido por gente do mesmo nivel, ficamos embasbacados com estas cenas.

 

Numa festa entre amigos no Rio, ainda se pergunta aos convidados que cerveja eles gostam. Em São Paulo, pergunte qual a droga que ele usa.

 

Atualizado em 18/04/2011 12h19

Virada Cultural teve público de 4 milhões, diz organização do evento

Durante festa, foram feitas 2.500 apreensões de produtos irregulares.
Cerca de 150 toneladas de lixo foram coletadas.

 

virada cultural

 

SHOWS EM TODA A CIDADE

 

Alguns comentários feitos por leitores do G1 sobre o que acham da "Virada Cultural"

  • Felipe Oliveira18/04/201112h42

    Moro no centro e nem me dei o trabalho de descer, Pra que ? pra ter que desviar dos bebados caidos na rua (que nem tive que fazer quando sai as 14:00), ou pra desviar de garras sendo tacadas... Uma palhaçada, não teve show em frente a casa do Prefeito, ele não aguentaria.

     

  • Rosimar Costa Farfan Mazzini18/04/201112h16

    Sabe o que mais me deixa indignada, é que ainda chamam uma usuária de drogas (assumida) de majestade...façam-me o favor... o que essa Rita Lee é...???? Nada, uma mera cantora já em decadencia a tempos. Esse povo gosta de endeuzar as pessoas, que ridículo.

     

  • Daniel18/04/201111h46

    Foi uma merda essa virada pqp.

     

  • Bidien18/04/201111h20 

    Bando de animais...hoje em dia, acho que punks e skinheads nem sabem mais por que brigam. 
    Se matem de uma vez. 

     

Até quando as autoridades paulistas vão fingir que não é com eles, que não sabem de nada e que não viram nada? Até quando vão ser cumplices do tráfico de dorgas em SP, da dissimulação e quantos mais precisam morrer?

 

Ativista gay diz ter sido agredido por skinheads em São Paulo

Guilherme Rodrigues disse que, na quarta-feira (23), depois da faculdade, foi com um amigo até a região da Avenida Paulista e sofreu a agressão. Foi o terceiro caso semelhante em quatro meses na mesma região. Quatro jovens foram indiciados.

Jornal das Dez | Última atualização: 25/03/2011 20h30 

 

Skinheads atacam pessoas que participavam de ato contra a homofobia e o racismo

Crime ocorreu no Parque Dom Pedro, no Centro. Os feridos foram até a delegacia prestar depoimento. A agressão foi no fim da tarde do sábado (26). Quatro rapazes foram presos em flagrante e levados para a delegacia da Sé.

SPTV 1ª Edição | Última atualização: 28/02/2011 12h43 

 

SPTV Primeira edição - 28/02, na íntegra

Skinheads atacam pessoas que participavam de ato contra a homofobia e o racismo. Professora é assassinada na porta de uma escola municipal em Embu. Mulher morre em temporal em Carapicuíba.

SPTV 1ª Edição | Última atualização: 28/02/2011 12h00


Jovens são atacados por skinheads durante festa contra racismo e homofobia

Pânico em uma festa no Centro de São Paulo contra o racismo e o preconceito sexual. Os participantes foram atacados por jovens armados, conhecidos como novos nazistas.

Bom Dia São Paulo | Última atualização: 28/02/2011 06h30


Skinheads são presos depois de agredir convidados de uma festa

O fato aconteceu em São Paulo. Eles agrediram os convidados, que foram levados a um hospital. A polícia apreendeu facas, socos ingleses, correntes e uma espingarda de chumbinho.

Jornal Globo News | Última atualização: 26/02/2011 20h17


Mais um caso de agressão contra homossexuais acontece em São Paulo

Na Avenida Paulista, dois rapazes foram agredidos por um homem no domingo (05). O agressor só parou ao ser contido por uma mulher. As vítimas o identificaram como um skinhead.

Jornal Nacional | Última atualização: 09/12/2010 20h15

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D