Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Linguarudo

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

Orgulho de ser brasileiro, mas sobretudo carioca, um estado de espírito, um estilo de vida, nascido em Madureira no Rio, capital do samba, flamenguista e Beija-Flor de Nilópolis; sincero, franco, sem papas na língua, marrento, fala o que sente na lata

O Linguarudo

16
Abr11

Angélica entrevista a atriz Beatriz Segall na Fundação Eva Klabin na Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio

olinguarudo

Atualizado em 17/04/2011 12h04 

Dois clicks no meio do vídeo e veja mais no álbum 

Estrelas  Estrelas

Angélica entrevista a atriz Beatriz Segall

Beatriz Segall fala de sua família e carreiraEstrelas

 

Fundação Eva Klabin é uma instituição cultural brasileira localizada na cidade do Rio de Janeiro. É uma fundação privada, idealizada pela colecionadora Eva Klabin com o objetivo de preservar e expor ao público o precioso patrimônio artístico por ela amealhado ao longo de mais de meio século. Foi idealizada por Eva nos anos 70, oficialmente instituída em 1990 e aberta ao público em 1995. Promove cursos e eventos culturais, mantém publicações e uma biblioteca especializada em artes visuais.

Situada na antiga residência da colecionadora, à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas, a fundação se enquadra na tipologia de casa-museu, com um acervo "fechado" de aproximadamente 2000 peças. Conserva uma das mais importantes coleções de arte européia existentes no Brasil, além núcleos de antiguidades egípcias e greco-romanas, arte oriental, artefatos pré-colombianos e artes aplicadas

 

Lagoa Rodrigo de Freiras - Av Epitácio Pessoa 2.480, próximo ao Corte do Cantagalo(D) fora da foto - Rio - Fundação Eva Klabin(D) Tel 21 2523-3471 - Foto Reprodução Google

 

Click na foto e veja melhor em tamanho grande no álbum do Sapo e conheça um pouco mais desse nosso Rio de Janeiro, podre de chic, pra matar de inveja os despeitados e invejosos, o choro é livre.

 

 Lagoa Rodrigo de Freiras - Av Epitácio Pessoa 2.480, Rio - Fundação Eva Klabin(D) Tel 21 2523-3471 

 

Lagoa Rodrigo de Freiras - Av Epitácio Pessoa 2.480, Rio - Fundação Eva Klabin(D) Tel 21 2523-3471

 

Click na foto e veja melhor em tamanho grande no álbum do Sapo e conheça um pouco mais desse nosso Rio de Janeiro, podre de chic, pra matar de inveja os despeitados e invejosos, o choro é livre.

Eva Klabin

Ver artigo principal: Eva Klabin

Eva Klabin em 1929 

 

Eva Klabin, filha mais velha do casal de imigrantes lituanos Fanny e Hessel Klabin (um dos fundadores da indústria de papéis que leva o sobrenome da família), nasceu em São Paulo em 1903. Durante a adolescência, residiu com a família na Alemanha, sendo obrigada a se refugiar na Suíçadevido à eclosão da Primeira Guerra Mundial. Foi neste país que obteve sua educação formal, estudando em Neuchâtel. Retornou ao Brasil em 1919, mas voltou à Europa já em 1922, acompanhando sua mãe em tratamento médico na Alemanha. Em 1930, mudou-se para os Estados Unidos, onde completou seus estudos.

De volta ao Brasil, casou-se, em 1933, com o advogado e jornalista austro-brasileiro Paulo Rapaport. Mudou-se alguns anos depois para o Rio de Janeiro. Na então capital federal, adquiriu a casa onde residiria definitivamente, um dos primeiros imóveis construídos no entorno da recém-urbanizada Lagoa Rodrigo de Freitas. Da mesma forma que sua irmã Ema fazia em São Paulo, Eva passou a adquirir obras de arte no mercado internacional, aproveitando-se do momento propício do pós-Segunda Guerra, caracterizado pela baixa procura e pelo o excesso de ofertas. Após a morte de Paulo em 1957, Eva não se casaria novamente. Sem filhos, passou a se dedicar quase que exclusivamente ao colecionismo, fazendo frequentes viagens à Europa para adquirir peças novas.

Nos anos 60, com o crescimento da coleção, Eva decidiu expandir e reformar sua residência, optando por manter o estilo normando no qual havia sido originalmente construída. Nesse período, tornaria-se uma figura proeminente na vida política e cultural do Rio de Janeiro, oferecendo jantares de gala e hospedando em sua casa personalidades como Juscelino KubitschekHarry OppenheimerDavid RockefellerElie WieselHenry Kissinger e Shimon Peres. Após o incêndio que destruiu mais de 70% do acervo do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro em 1978, Eva começou a se preocupar com o futuro de sua coleção. Contratou especialistas do Brasil e de outros países para catalogar o acervo e conduzir pesquisas em peças específicas. Da mesma forma que sua irmã, que havia estabelecido a Fundação Cultural Ema Gordon Klabinimediatamente após incêndio do MAM, Eva começou a tomar as medidas legais necessárias para criar sua própria fundação. Eva faleceu em 1991.

Fundação Eva Klabin

Idealizada nos anos 70 e legalmente estabelecida em 1990, um ano antes da morte de sua criadora, a Fundação Eva Klabin foi aberta ao público em 22 de agosto de 1995, na presença do então Ministro da Cultura Francisco Weffort. Além de preservar e expor o acervo de Eva, a fundação tem como missão organizar atividades culturais, artísticas e científicas. Promove exposições temporárias, concertos, cursos, peças de teatro, ciclos de palestras, debates e conferências. Mantém serviço de visitas guiadas e biblioteca especializada em artes visuais. É dotada de um departamento editorial, dedicado á publicação de obras do acervo e de coletâneas dos ciclos de conferências promovidos pela instituição.

Residência 

A residência que serve de sede à fundação se localiza nas margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio de Janeiro. Foi construída em 1931, em estilo normando, muito em voga entre as residências de balneário da cidade nessa época. Em 1952, o arquiteto romano Gaetano Minnucci foi contratado por Eva para reformar a residência. Minucci manteve o estilo original na maior parte da residência, mas agregou fachadas palacianas e ambientes internos imbuídos de espírito clássico. Nos anos 60, a casa passou por novas reformas, visando ampliar sua área construída. A residência é dividida em nove ambientes principais, nomeados por Eva: Hall Principal, Sala Renascença, Sala Inglesa, Sala de Jantar, Sala Chinesa, Hall Superior, Sala Verde, Boudoir e Quarto de Dormir.

O jardim foi projetado pelo carioca, arquiteto e paisagista mundialmente famoso Roberto Burle Marx, autor do projeto paisagístico do Aterro do Flamengo, o maior parque urbano do mundo. É bastante representativo da preferência de seu autor por cores brilhantes e de sua apreciação pela fauna tropical. Fonte: Wikipedia.org

14
Abr11

Até os golfinhos vieram desfrutar do astro rei, sol de Ipanema, pra carioca se deliciar

olinguarudo

RJTV 1ª Edição >> Quinta-feira, 14/04/2011

Imagens mostram os golfinhos nadando no mar do Rio de Janeiro, mais precisamente na Praia de Ipanema, na manhã desta quinta-feira (14). Os animais nadaram a cerca de 300 metros da areia.

 

Esculacho de imagens visto do estúdio panorâmico com essa outra vista maravilhosa de Ipanema ao fundo e o Morro dois Irmãos no Leblon.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub